PUBLICIDADE

Baladice

Relembre 7 hits de artistas que sumiram após um sucesso

Cair no esquecimento depois de estourar nas rádios brasileiras é mais comum do que se imagina. Confira quem sofreu com essa maldição

16 mar 2016 - 15h00
Publicidade

Você se lembra daquelas músicas que tocavam nas suas festas de adolescente? Muitas delas fizeram artistas alcançarem o sucesso de forma estrondosa, mas o resto do álbum, de gosto quase duvidoso, impediu que a fama continuasse os acompanhando. Por isso, ficaram conhecidos como “autores de um sucesso só”.
 

É muito difícil de emplacar uma música no topo das paradas de sucesso, por isso, no exterior, foi até instituído um dia para relembrar as canções que marcaram época e a carreira de um artista
É muito difícil de emplacar uma música no topo das paradas de sucesso, por isso, no exterior, foi até instituído um dia para relembrar as canções que marcaram época e a carreira de um artista
Foto: iStock / Divulgação


No entanto, se você pensa que estes cantores fazem parte da exceção, está enganado. No exterior, foi até instituído um dia para relembrar as canções que marcaram época e a carreira de um artista. Chamado de One-Hit Wonders Day, é comemorado em 25 de setembro.

Como setembro ainda está muito longe e é sempre gostoso recordar os bons momentos, selecionamos algumas bandas que, com certeza, estiveram presentes em algum momento da sua vida – e com um sucesso só.

1. As Meninas
Dona do hit Xibom, Bombom, a banda de axé As Meninas, criada em 1997, tinha Carla Cristina, Angélica, Cibele, Fernanda Barbosa, Jujuba, Ratinha, Titi e Dilmara como integrantes. Porém, apesar da canção ter rendido uma alta repercussão para o grupo, as oito meninas não conseguiram emplacar mais nenhum single e acabaram desaparecendo da mídia.


2. Luka
Até hoje, ao escutar alguém dizendo “Tô nem aí”, o ritmo da canção de Luka começa a batucar a nossa mente. A música chiclete ganhou espaço nas rádios pela letra fácil e que representa o desejo da maioria das pessoas de esquecer parceiros – pelo menos por alguns instantes. A cantora caiu no esquecimento quando se desligou do trabalho para se dedicar à filha recém-nascida.

3. Braga Boys
boy band de axé music dos anos 2000 era formada pelo trio de cantores e dançarinos Mano Moreno, Glauber Rizzo e Capitão América e mais 11 instrumentistas. O single que levou os garotos ao estrelato foi uma tradução da música La bomba do grupo boliviano Azul Azul. O hit Uma Bomba ainda toca em festas de formatura e casamentos (acompanhado da coreografia original).


4. Vinny
Com Heloísa, Mexe a Cadeira, o cantor brasileiro de rock alcançou o patamar de artista mais pedido nas rádios cariocas de 1997. A voz grave associada a ritmos dançantes fez com que Vinny fosse chamado para participar da gravação de discos da Xuxa. Não foi suficiente e Vinny acabou esquecido pelos fãs.


5. Perlla
A carioca Perlla foi consagrada rainha do funk melody no Brasil com a música Tremendo Vacilão. Apesar de optar por seguir a carreira gospel após o sucesso, a artista abriu espaço para os cantores de funk que a sucederam. Hoje, é considerada a “Anitta dos anos 2000” e canta em cultos.


6. P.O. Box
Criado em 1997 por Carlinhos Santos, Jairo Reis, Nelson Araújo, Olcione Reis e Neil Araújo, o grupo musical goiano P.O. Box ficou nacionalmente conhecido em 2000 com a música Papo de Jacaré. Em 2001, o hit começou a ser tocado até no Japão, mas mesmo assim a banda se desfez. Atualmente, o filho de pipoqueiro e ex-líder do grupo se apresenta em carreira solo como Carlinhos P.O. Box.


7. Dallas Company
Certamente você já dançou a música Clima de Rodeio em festas juninas. O hit de 2002 é do grupo sertanejo Dallas Company, composto por Giles, Jameika Mansur, Marcelo Kjú, Murilo Fonseca e Rabeca, chegou a fazer 84 shows por ano e até uma turnê de 30 dias pela Europa. No auge do sucesso, entretanto, a banda brigou com seu empresário, precisou mudar o nome para Dallas Country e não recuperou mais a fama.
 





 

 

Fonte: Dialoog Comunicação
Publicidade