Fãs do Guns N’ Roses, uni-vos!

Segundo um site que reúne fãs da banda ao redor do mundo, fala-se em seis shows no Brasil ainda neste ano

1 mar 2016
15h00

A turnê de reunião do Guns N’ Roses, que passará pelo México e Estados Unidos  nos próximos meses, pode incluir outros países da América Latina, entre eles, o Brasil. Segundo o Guns N’ Roses Latinoamerica, site que reúne informações da banda e é seguido por milhares de fãs, a vinda ao Brasil dos roqueiros que arrebatam corações e mentes desde os anos 1990 “é iminente”.
 

A turnê de reunião do Guns N’ Roses, que passará pelo México e Estados Unidos  nos próximos meses, pode incluir outros países da América Latina, entre eles, o Brasil
A turnê de reunião do Guns N’ Roses, que passará pelo México e Estados Unidos nos próximos meses, pode incluir outros países da América Latina, entre eles, o Brasil
Foto: Facebook / Reprodução


Haveria até um número de apresentações: seis, no total. O Guns passaria ainda pela Colômbia, Argentina e Chile, entre outubro e dezembro.

A turnê latina ocorreria logo após outra, pelos Estados Unidos, que se encerraria em setembro.

Até o momento, tudo o que se sabe é que o Guns tem dois shows confirmados em Las Vegas, nos dias 8 e 9 de abril, assim como dois outros shows no festival Coachella, nos Estados Unidos.

O retorno será uma aparição de Slash e Duff McKagan. Desde o anúncio do show, Slash, McKagan e o baterista Frank Ferrer vêm postando fotos de reuniões e ensaios em suas redes sociais, para delírio dos fãs.
 

Até o momento, tudo o que se sabe é que o Guns tem dois shows confirmados em Las Vegas, nos dias 8 e 9 de abril, assim como dois outros shows no festival Coachella, nos Estados Unidos
Até o momento, tudo o que se sabe é que o Guns tem dois shows confirmados em Las Vegas, nos dias 8 e 9 de abril, assim como dois outros shows no festival Coachella, nos Estados Unidos
Foto: Twitter / Reprodução


Especula-se que o Guns N’ Roses possa receber o maior cachê já pago até hoje pelo festival, uma bagatela de US$ 14 milhões ou R$ 56 milhões, pela cotação atual.

Eddie Trunk, empresário de Slash, tratou de por panos frios na história e garantiu que a banda não se pronuncia oficialmente até o Coachella.

Mas... e Axl Rose?

Por ora, o vocalista da formação original estaria fora da turnê, o que não significa que ele não estará presente em definitivo.
 

Por ora, Axl Rose, o vocalista da formação original, estaria fora da turnê, o que não significa que ele não estará presente em definitivo
Por ora, Axl Rose, o vocalista da formação original, estaria fora da turnê, o que não significa que ele não estará presente em definitivo
Foto: Facebook / Reprodução


A história do Guns é conhecida: conflitos e desentendimentos sucessivos contribuíram para que todos deixassem Axl Rose sozinho. Desde 1993, quando o último show ocorreu na Argentina, o vocalista se diz o único membro da formação original na ativa.

Durante anos, Axl esteve recluso, ressurgindo em 2001 com uma nova formação do Guns no Rock in Rio III.

 

Fonte: Dialoog Comunicação
publicidade