Música no cinema: 7 atores que se transformaram na telona

Aulas diárias de dança, canto e instrumentos fizeram deles verdadeiros artistas musicais

29 fev 2016
10h00

Muito conhecidos por suas atuações em filmes consagrados, alguns artistas como Meryl Streep (A Dama de Ferro e O Diabo Veste Prada) e Sean Penn (Milk e Uma Lição de Amor), por exemplo, não se limitaram apenas a interpretações invejáveis (mas convencionais) no cinema. Muito pelo contrário. Com um talento versátil, mostraram que também são excelentes músicos, mesmo que alguns deles tenham colocado seus dons em prática apenas em longas metragens.

Relembre aqui alguns artistas que precisaram de muito treino e motivação para interpretar o papel de músicos reais ou fictícios nas telas de cinema.

1. Tom Cruise em Rock of Ages: O filme

Embora o filme em si não tenha agradado muito à crítica, vale a pena pela atuação de Tom Cruise, que teve de estudar a história da música e do rock para dar vida ao rock star Stacee Jaxx
Embora o filme em si não tenha agradado muito à crítica, vale a pena pela atuação de Tom Cruise, que teve de estudar a história da música e do rock para dar vida ao rock star Stacee Jaxx
Foto: Facebook / Reprodução


Embora o filme em si não tenha agradado muito à crítica, vale a pena pela atuação de Tom Cruise, que teve de estudar a história da música e do rock para dar vida ao rock star Stacee Jaxx. Além de leituras de biografias de ídolos consagrados como Led Zeppelin, a preparação do filme envolveu cinco horas diárias de aulas de canto e dança. O resultado é surpreendente. O ator aparece cantando diversos clássicos como I Want to Know What Love Is e Wanted Dead or Alive com uma aptidão de fazer inveja.

2. Sean Penn em Poucas e Boas

Em Poucas e Boas, Sean Penn interpreta Emmet Ray, um fictício guitarrista de jazz que busca sucesso nos anos 1930. Para tanto, precisou se preparar durante meses e, também, aprender a tocar guitarra
Em Poucas e Boas, Sean Penn interpreta Emmet Ray, um fictício guitarrista de jazz que busca sucesso nos anos 1930. Para tanto, precisou se preparar durante meses e, também, aprender a tocar guitarra
Foto: Facebook / Reprodução

Um dos atores mais respeitados de sua geração, Sean Penn tem mais de 30 filmes em seu currículo. Em Poucas e Boas, o artista interpreta Emmet Ray, um fictício guitarrista de jazz que busca sucesso nos anos 1930. Para tanto, precisou se preparar durante meses e, ainda, aprender a tocar guitarra. O moço dispensou o dublê de mãos e contou com a ajuda da produção do filme, dirigido por Woody Allen, que trouxe um músico europeu aos Estados Unidos especialmente para treinar Penn por 6 meses.

3. Rachel Weisz em Vigaristas

A atriz teve de aprender a tocar piano, acordeão, violino e banjo para conduzir o papel de uma milionária solteira que tem como hobbie tocar instrumentos
A atriz teve de aprender a tocar piano, acordeão, violino e banjo para conduzir o papel de uma milionária solteira que tem como hobbie tocar instrumentos
Foto: Facebook / Reprodução

No longa, dirigido por Rian Johnson, Rachel Weisz interpreta uma milionária solteira que passa os dias em seu castelo tentando se distrair com hobbies diversos, como tocar instrumentos ou jogar pingue pongue. A atriz teve de aprender a tocar piano, acordeão, violino e banjo para conduzir o papel. Em uma entrevista, o diretor contou que um dos maiores desafios foi encontrar um professor de banjo ou acordeão em Belgrado, capital da Sérvia e cidade natal de Johnson, onde Vigaristas foi filmado.

4. Adrien Brody em O Pianista

Para dar vida ao personagem real Wladyslaw Szpilman, Adrien Brody se submeteu a uma profunda preparação. Além de perder cerca de 15 kg, ele também aprendeu a tocar peças de Chopin no piano
Para dar vida ao personagem real Wladyslaw Szpilman, Adrien Brody se submeteu a uma profunda preparação. Além de perder cerca de 15 kg, ele também aprendeu a tocar peças de Chopin no piano
Foto: Facebook / Reprodução

Não foi à toa que O Pianista rendeu a Adrien Brody o Óscar de Melhor Ator em 2003, fazendo dele o mais jovem artista a receber a estatueta na época: Brody tinha apenas 30 anos. O longa foi responsável por apresentar o ator ao mundo e consagrar sua carreira. Para dar vida ao personagem real Wladyslaw Szpilman, o ator se submeteu a uma profunda preparação. Além de perder cerca de 15 kg, ele também aprendeu a tocar peças de Chopin no piano. Ao receber o maior prêmio da categoria, Adrien declarou: “levei 17 anos para me tornar um sucesso da noite para o dia”.

5. Meryl Streep em Ricki and The Flash – De Volta para Casa

Meryl Streep surpreendeu ao aparecer em cena tocando baixo e guitarra. O desafio foi grande. Foi preciso meses de concentração para aprender a tocar direitinho e fazer bonito no filme
Meryl Streep surpreendeu ao aparecer em cena tocando baixo e guitarra. O desafio foi grande. Foi preciso meses de concentração para aprender a tocar direitinho e fazer bonito no filme
Foto: Facebook / Reprodução

No filme, Meryl Streep é uma roqueira sessentona que abandona a família para viver de música. Usando de seu talento como ninguém, a atriz leva o público das lágrimas ao riso em poucos minutos e é quem dá força ao filme. Mas isso não é tudo. A bela surpreendeu ainda mais ao aparecer em cena tocando baixo e guitarra. O desafio foi grande. Foi preciso meses de concentração para aprender a tocar direitinho e fazer bonito no filme.

6. Hugh Grant em Letra e Música

Um dos protagonistas de Letra e Música, Hugh Grant teve de encarar aulas de canto, dança e piano para estrelar o filme
Um dos protagonistas de Letra e Música, Hugh Grant teve de encarar aulas de canto, dança e piano para estrelar o filme
Foto: Facebook / Reprodução

O filme, lançado em 2007, trouxe diversos desafios para Hugh Grant. Um dos protagonistas de Letra e Música, o ator teve de encarar aulas de canto, dança e piano para estrelar o filme. Sua parceira em cena, Drew Barrymore também precisou enfrentar alguns treinos. O mais difícil, no entanto, foi convencê-lo a cantar em cena. Depois de praticar bastante, ele se soltou e resolveu gravar ao vivo com a própria voz. O resultado não saiu como o esperado e foi preciso usar playback depois, mas pelo menos ele tentou...

7. Joaquin Phoenix em Johnny e June

Para viver o cantor e compositor norte-americano Johnny Cash, Phoenix passou por seis meses de aulas de canto com o produtor musical T-Bone Burnett
Para viver o cantor e compositor norte-americano Johnny Cash, Phoenix passou por seis meses de aulas de canto com o produtor musical T-Bone Burnett
Foto: Facebook / Reprodução

Para viver o cantor e compositor norte-americano Johnny Cash, Phoenix passou por seis meses de aulas de canto com o produtor musical T-Bone Burnett. Escolhido pelo próprio Cash para o papel, o ator cantou todas as músicas em cena e surpreendeu com tamanha desenvoltura. Para dar ainda mais vivacidade ao personagem, o artista também recebeu aulas de guitarra. A atuação lhe rendeu um Globo de Ouro de Melhor Ator e um Grammy de Melhor Trilha Sonora. O trabalho foi tão sério que, em 2008, o ator anunciou sua aposentadoria do cinema para se dedicar à carreira musical, iniciada com o filme em 2005.







 

 

Fonte: Dialoog Comunicação
publicidade