Os 10 álbuns internacionais mais vendidos de 2015

Com milhões de cópias vendidas, artistas fizeram de 2015 o ano da música

12 fev 2016
10h00

Recentemente, o Mediatraffic, site americano que reúne e publica, semanalmente, o ranking das paradas musicais do mundo todo para álbuns e faixas, divulgou os discos mais vendidos de 2015. A lista é encabeçada por ninguém menos que Adele – que também capitaneia a lista dos discos mais vendidos da década – e inclui nomes de peso como Taylor Swift, Coldplay e Sam Smith. Confira o ranking completo:

1. 25 – Adele (14.970.000 cópias vendidas)

Lançado em novembro de 2015, o terceiro álbum de Adele é, como ela mesma define, um “disco para fazer as pazes”
Lançado em novembro de 2015, o terceiro álbum de Adele é, como ela mesma define, um “disco para fazer as pazes”
Foto: Facebook / Reprodução

Lançado em novembro de 2015, o terceiro álbum da artista britânica é, como ela mesma define, um “disco para fazer as pazes” e reflete um pouco da vida e do espírito de Adele aos 25 anos de idade. Com canções que abordam temas como maternidade e arrependimento, o álbum foi extremamente bem recebido comercialmente, tornando-se rapidamente o disco mais vendido nos Estados Unidos e Reino Unido em sua semana de estreia. O primeiro single do álbum, Hello, se tornou a primeira música a ultrapassar a marca de um milhão de downloads digitais nos EUA em apenas uma semana.

2. 1989 – Taylor Swift (4.383.000 cópias vendidas)

Em maio de 2015, a cantora embarcou na The 1989 World Tour, se apresentando no Japão, Estados Unidos, Europa, Canadá, China e Austrália
Em maio de 2015, a cantora embarcou na The 1989 World Tour, se apresentando no Japão, Estados Unidos, Europa, Canadá, China e Austrália
Foto: Facebook / Reprodução

Lançado no final de 2014, o quinto álbum da cantora traz singles como Shake It Off, que estreou no topo da Billboard Hot 100, com 544 mil downloads digitais vendidos na primeira semana; Blank Space, que conseguiu repetir o sucesso da canção anterior; e Bad Blood, que também chegou ao topo da Hot 100. Descrito por ela mesma como seu primeiro disco oficialmente pop, 1989 é um notável afastamento de seus trabalhos anteriores, bastante influenciados pelo ritmo country. Em maio de 2015, a cantora embarcou na The 1989 World Tour, se apresentando no Japão, Estados Unidos, Europa, Canadá, China e Austrália.

3. X – Ed Sheeran (4.248.000 cópias vendidas)

Ganhador de Melhor Álbum Vocal e Álbum do Ano no Grammy 2015, X (pronuncia-se multiply) é o segundo álbum de estúdio do cantor Ed Sheeran
Ganhador de Melhor Álbum Vocal e Álbum do Ano no Grammy 2015, X (pronuncia-se multiply) é o segundo álbum de estúdio do cantor Ed Sheeran
Foto: Facebook / Reprodução

Ganhador de Melhor Álbum Vocal e Álbum do Ano no Grammy 2015, X (pronuncia-se multiply) é o segundo álbum de estúdio do cantor Ed Sheeran. Lançado em junho de 2014, o disco foi nomeado pelo Spotify como o mais transmitido no mundo para 2014, acumulando mais de 430 milhões de streams. Entre os singles de maior sucesso estão SingDon’tPhotograph e Thinking Out Loud. No final de 2015, o artista lançou uma nova versão do mesmo álbum – o X - Wembley Edition – com mais dez faixas, incluindo músicas inéditas e versões ao vivo.

4. In The Lonely Hour – Sam Smith (3.388.000 cópias vendidas)

Além de ser o quarto na lista dos mais vendidos de 2015, Smith foi o maior vencedor do Grammy no ano passado, faturando quatro prêmios
Além de ser o quarto na lista dos mais vendidos de 2015, Smith foi o maior vencedor do Grammy no ano passado, faturando quatro prêmios
Foto: Facebook / Reprodução

O álbum de estreia do cantor e compositor foi lançado em maio de 2014, menos de um ano depois de lançar seu extended playNirvana, que lhe rendeu duas premiações: Critics’ Choice Award, do Brit Awards, e Sound of 2014, da BBC. Além de ser o quarto na lista dos mais vendidos de 2015, Smith foi o maior vencedor do Grammy no ano passado, faturando quatro prêmios – Canção e Gravação do Ano, pelo sucesso Stay With Me, Álbum Pop Vocal por In The Loney Hour, e Revelação.

5. Purpose – Justin Bieber (2.961.000 cópias vendidas)

O álbum completo de Justin Bieber veio em novembro e conquistou diversas certificações em ouro e platina
O álbum completo de Justin Bieber veio em novembro e conquistou diversas certificações em ouro e platina
Foto: Facebook / Reprodução

Em agosto de 2015, Bieber lançou What Do You Mean, o primeiro single do seu quarto álbum de estúdio, dando uma prévia do que estava por vir. A música se tornou número um na lista da Billboard Hot 100, nos Estados Unidos. O segundo single não deixou nada a desejar. Sorry, anunciada em outubro, foi produzida por Skrillex com a colaboração do DJ e produtor Blood Pop. O álbum completo veio em novembro e conquistou diversas certificações em ouro e platina. Purpose chegou a ser proibido em vários países do Oriente Médio por conta das referências ao cristianismo (na capa do disco, Justin Bieber aparece com uma tatuagem de cruz e em postura de reza). Para resolver o dilema, criou-se uma capa alternativa para essas regiões com o cantor no topo de um penhasco.

6. Fifty Shades of Grey – Trilha Sonora (1.994.000 cópias vendidas)

A trilha sonora de 50 Tons de Cinza também não passou despercebida. Foi a mais vendida desde 2009, quando o disco de This Is It, filme póstumo sobre o retorno de Michael Jackson aos palcos, chegou às lojas
A trilha sonora de 50 Tons de Cinza também não passou despercebida. Foi a mais vendida desde 2009, quando o disco de This Is It, filme póstumo sobre o retorno de Michael Jackson aos palcos, chegou às lojas
Foto: Facebook / Reprodução

O filme não foi o único a gerar buzz na mídia. A trilha sonora de 50 Tons de Cinza também não passou despercebida. Foi a mais vendida desde 2009, quando o disco de This Is It, filme póstumo sobre o retorno de Michael Jackson aos palcos, chegou às lojas. Lançada junto com o filme erótico, a trilha ficou em segundo lugar no ranking geral da parada americana, logo atrás do rapper Drake. Diferentemente de This Is It, que trazia vários sucessos de Jackson, a trilha de 50 Tons é composta por cantores diversos como Ellie Goulding, Frank Sinatra, Beyoncé e Rolling Stones.

7. Title – Meghan Trainor (1.862.000 cópias vendidas)

O primeiro álbum de Meghan Trainor chegou quebrando tudo. O single de estreia, All About That Bass, foi um sucesso estrondoso, superando a Billboard Hot 100 e paradas musicais na Austrália, Nova Zelândia, Dinamarca e Canadá
O primeiro álbum de Meghan Trainor chegou quebrando tudo. O single de estreia, All About That Bass, foi um sucesso estrondoso, superando a Billboard Hot 100 e paradas musicais na Austrália, Nova Zelândia, Dinamarca e Canadá
Foto: Facebook / Reprodução

O primeiro álbum da cantora chegou quebrando tudo. O single de estreia, All About That Bass, foi um sucesso estrondoso, superando a Billboard Hot 100 e paradas musicais na Austrália, Nova Zelândia, Dinamarca, Reino Unido, Áustria e Canadá. Lançado em janeiro de 2015, o álbum estreou em 1º lugar na Billboard Hot 200, um feito incrível para um disco de estreia, vendendo, apenas no lançamento, mais de 238 mil cópias. Além do primeiro single, mais três foram parar na Top 20 da Billboard: Lips Are MovinLike I’m Gonna Lose You e Dear Future Husband.

8. A Head Full of Dreams – Coldplay (1.813.000 cópias vendidas)

O Coldplay lançou seu sétimo álbum de estúdio em dezembro de 2015 e logo foi parar nas paradas dos mais vendidos no Reino Unido e Estados Unidos
O Coldplay lançou seu sétimo álbum de estúdio em dezembro de 2015 e logo foi parar nas paradas dos mais vendidos no Reino Unido e Estados Unidos
Foto: Facebook / Reprodução

Aguardada ansiosamente por uma legião de fãs brasileiros, a banda de rock alternativo, que virá ao Brasil em abril deste ano, lançou seu sétimo álbum de estúdio em dezembro de 2015 e logo foi parar nas paradas dos mais vendidos no Reino Unido e Estados Unidos. Embora tenha tido um desempenho levemente menor do que seu antecessor, Ghost Stories, o disco foi bem recebido por público e crítica. Feito com a colaboração de artistas como Beyoncé, Noel Gallagher e Tove Lo., o disco é o que mais traz participações especiais na carreia do quarteto.

9. Made in the A.M. – One Direction (1.792.000 cópias vendidas)

O sucesso do disco do 1D só mostra que os garotos, que permaneceram no topo da Billboard 200 por mais de 15 semanas, podem ser considerados os reis do pop da atualidade
O sucesso do disco do 1D só mostra que os garotos, que permaneceram no topo da Billboard 200 por mais de 15 semanas, podem ser considerados os reis do pop da atualidade
Foto: Facebook / Reprodução

Com músicas inéditas, como Drag Me DownInfinity e Perfect, o quinto álbum da banda One Direction foi lançado em 13 de novembro de 2015 e já conta com 1.792.000 cópias vendidas. O sucesso do disco com 13 faixas só mostra que os garotos, que permaneceram no topo da Billboard 200 por mais de 15 semanas, podem ser considerados os reis do pop da atualidade. Depois de quatro turnês e cinco anos de trabalho ininterruptos, o primeiro álbum sem Zayn Malik marca o início das férias da boyband.

10. Beauty Behind the Madness – The Weeknd (1.541.000 cópias vendidas)

Em sua mais nova produção, The Weeknd contou com a participação de Labrinth, Ed Sheeran, Kanye West, Lana Del Rey e Maty Noyes
Em sua mais nova produção, The Weeknd contou com a participação de Labrinth, Ed Sheeran, Kanye West, Lana Del Rey e Maty Noyes
Foto: Facebook / Reprodução

A tão esperada Earned It, música mundialmente conhecida por ter sido parte da trilha sonora do filme 50 Tons de Cinza, ganhou espaço no segundo álbum do canadense Abel Tesfaye, lançado em 28 de agosto de 2015. Em sua mais nova produção, o cantor, que usa The Weeknd como nome artístico, contou com a participação de Labrinth, Ed Sheeran, Kanye West, Lana Del Rey e Maty Noyes. O disco do mais novo fenômeno da música pop e estrela do rhythm & blues (r&b) também contém os hits Beauty Behind the MadnessCan’t Feel My FaceThe Hills e Often.

Fonte: Dialoog Comunicação

compartilhe

publicidade