Música

publicidade
29 de agosto de 2011 • 07h10 • atualizado às 07h23

Zé Ramalho canta Beatles com sotaque e ritmo nordestino

O cantor interpreta sucessos do quarteto inglês
Foto: Celso Akin / AgNews
 
Mauro Ferreira

Zé Ramalho cantou Raul Seixas (1945 - 1989) e Bob Dylan sem deixar de ser Zé Ramalho. Não é diferente no CD Zé Ramalho Canta Beatles, lançado este mês pelo selo Discobertas. O cantor interpreta 16 músicas de autoria do quarteto com sotaque e ritmos nordestinos. É a música da Inglaterra filtrada pela visão e pelos sons da Paraíba.

Ouça Zé Ramalho grátis no Sonora

A releitura de While my Guitar Gently Weeps (George Harrison) em ritmo agalopado é amostra da capacidade de Ramalho de impor sua personalidade em obras alheias. Violas e sanfonas pontuam temas como Dear Prudence (John Lennon e Paul McCartney) neste disco curioso cuja capa faz graciosa alusão à capa do segundo álbum do grupo, With the Beatles (1963).

Ramalho é íntimo do cancioneiro dos Beatles. Quando fazia parte de bandas que animavam bailes na Paraíba, em fins dos anos 60, o cantor já interpretava o repertório do grupo mais influente do universo pop. Talvez por isso, Ramalho pareça se sentir à vontade para transformar a canção Your Mother Should Know (Paul McCartney e John Lennon) num bolero típico dos "vitrolões" que fazem a festa do interior do Nordeste.

A rigor, o CD Zé Ramalho Canta Beatles começou a ser gravado em 1999. Mas tais gravações foram abortadas e somente agora, 12 anos depois, reunidas com faixas recentes, são ouvidas neste disco em que Ramalho consegue a proeza de cantar Beatles - no caso, a canção I Need You -e evocar Bob Dylan. Zé Ramalho é sempre Zé Ramalho.

O Dia