Notícias por e-mail
Receba notícias no seu e-mail
  Fale conosco
Escreva com críticas e sugestões
Tim Festival 2005
Segunda, 24 de outubro de 2005, 01h36 
Elvis Costello resgata rock mas não empolga no RJ
 
Tim Festival/Divulgação
Elvis Costello misturou clássicos roqueiros com baladas recentes
Elvis Costello misturou clássicos roqueiros com baladas recentes
 Últimas de Tim Festival 2005
Busca
Busque outras notícias no Terra:
A voz estava, como sempre, rouquenha. As guitarras estavam distorcidas na medida certa. O teclado segurava as bases junto com a bateria e o contra-baixo. O repertório trazia diversos clássicos. Mas algo saiu errado. O aguardado show de Elvis Costello no Tim Festival 2005 neste domingo não empolgou o público que compareceu ao MAM no Rio de Janeiro.

Veja fotos

O repertório privilegiou as quase três décadas de carreira do roqueiro britânico, que acertou ao incluir hits certos como I Can't Stand Up (For Falling Down), Monkey To Man e Alisson. Mas a reação do público não estava à altura. A transpiração de Costello quase foi em vão.

Nem Pump It Up, um dos primeiros sucessos da carreira de Costello, gravada em seu primeiro disco, em 1978, conseguiu incendiar o público. Por outro lado, a balada She - regravação de Tous Les Visages de L'Amour, original de Charles Aznavour - empolgou mais que as guitarradas de Elvis.

Mas a noite no palco Stage começou melhor. O Television desembarcou no Rio de Janeiro com sua formação original e uma bagagem repleta de hits. O vocalista Tom Verlaine abriu com Swells e fechou com seu clássico guitarreiro Marquee Moon.

Ainda que com devaneios musicais de quase dez minutos em algumas canções, o Television conseguiu fazer sua parte e assegurou-se no posto de lenda do punk rock dos EUA.
 

Redação Terra