0

The Cure abre turnê brasileira no Rio com 'Open' e 'High'

4 abr 2013
22h55
atualizado em 5/4/2013 às 02h54
  • separator
  • 0
  • comentários

Acabou a longa espera dos fãs de preto, com batom vermelho. Após 17 anos sem se apresentar no Brasil, o The Cure subiu ao palco do HSBC Arena, no Rio de Janeiro, às 22h. A meia hora de atraso em nada incomodou os fãs, que vibraram com a introdução de Tape, seguida por Open, música de abertura do álbum Wish, escolhida por Robert Smith para abrir o extenso setlist prometido para a noite. 

"Obrigado", limitou-se a dizer um ainda lacônico Smith, com sua jaqueta preta de lantejoulas, cabelo esvoaçado e, claro, vibrante batom vermelho. Do mesmo disco Wish, o The Cure emendou em boa forma com High, antes de seguir a noite com The End Of The World.

Robert Smith e companhia quebram com esta apresentação em solo carioca um hiato de 17 anos sem shows no País. A última vez que o The Cure esteve no Brasil foi na edição de 1996 do extinto Hollywood Rock. Antes, ainda na década de 80 e no auge da fama, os britânicos fizeram extensa turnê de seis shows por quatro capitais nacionais. 

Em diversas entrevistas que deu para a imprensa brasileira antes da mini-turnê de dois shows pelo Brasil, inclusive para o Terra, Robert Smith deixou bem claro que o fã da melancólica banda pode esperar uma apresentação de pelo menos três horas.

No repertório de mais de trinta músicas, a base será três dos mais badalados álbuns da banda: Kiss Me, Kiss Me, Kiss Me, de 1987, Disintegration, de 1989 e Wish, de 1992. Pornography (1982) também deve ter músicas no longo setlist - na última apresentação, em setembro, na Irlanda, foram 39 canções. O The Cure se apresenta ainda no próximo sábado, na Arena Anhembi, em São Paulo. 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade