0

Vejas as atrações que passaram pelo Sonora Live em 2011

21 nov 2011
21h37

Os estúdios do Terra, maior empresa de internet da América Latina, foram tomados por muita música neste ano de 2011. A cada quinta-feira, uma atração diferente animou a tarde do internauta. À frente do Sonora Live, a apresentadora Lorena Calábria recebeu músicos de variados estilos para um bate-papo sempre descontraído, nunca fugindo de polêmicas e regado a muita música ao vivo, claro.

De Lobão a NX Zero, veja quem passou pelo Sonora Live
De Lobão a NX Zero, veja quem passou pelo Sonora Live
Foto: Terra

O rock foi o carro-chefe. A temporada que abriu com Lobão e encerrou com NX Zero percorreu as mais variadas nuances do estilo. Com bandas consagradas da década de 1980 mostrando que não saíram da cena, como Lobão, os ex-Ira!, Nasi e Edgard Scandurra, Nenhum de Nós e RPM, até a nova geração roqueira como Vanguart, CPM22, Strike, Rancore, e NX Zero


Lobão lança livro e turnê "Lobão Elétrico"

Scandurra descarta volta do Ira, mas relembra sucessos

Nasi mostra que continua "Na cena"

Nenhum de Nós apresenta disco novo e relembra sucessos

RPM está de volta e tocou no Sonora Live

Com rock e violino, Vanguart apresenta disco novo

Rancore apresenta disco Seiva

CPM 22 toca novo disco Depois de um Longo Inverno

Strike recusa rótulos e apresenta seu rock

NX Zero comemora 10 anos de carreira e encerra temporada do Sonora Live

Destaque nas premiações de 2011, como VMB e prêmios Multishow, Emicida e Criolo mostraram que é a hora e a vez do rap; reveja os shows.


Com duo inédito com Rappin Hood, Emicida ganhou o palco do Sonora Live

Criolo leva rap e poesia ao Sonora Live

A MPB também teve forte destaque. Desde a mais nova safra, como Thiago Pethit, Tulipa Ruiz, Tiê e Marcelo Jeneci até nomes já consolidados no país, como Zeca Baleiro, Maria Rita e Marcelo Camelo, a música popular brasileira marcou presença no programa. Reveja.


Zeca Baleiro animou público do Sonora Live

Marcelo Camelo apresentou segundo disco solo

Maria Rita mostrou disco Elo e falou da dificuldade e sem despedir de Samba Meu

Thiago Pethit falou do clipe com Alice Braga e mostrou canções em português, inglês e francês

Tulipa Ruiz encanta pela voz aguda e gestual

Tiê mostra segundo disco e dá voz à baterista

Marcelo Jeneci mostra canções de Feito pra Acabar

E como o Sonora Live não é nada doente do pé, não poderia faltar o bom e velho samba e samba-rock. Em projeto paralelo da Nação Zumbi, Los Sebosos Postizos cantaram novas versões para sucessos de Jorge Ben Jor; os irmãos Max de Castro e Simoninha relembraram os sambas do pai, Simonal; Leandro Lehart, Leandro Sapucahy e Fundo de Quintal, fizeram do palco do Sonora Live uma roda de samba e pagode de primeira e Paula Lima representou muito bem a feminilidade do samba. Reveja os shows.


Nação Zumbi reinventa Jorge Ben Jor

Fundo de Quintal leva samba de raiz ao Sonora Live

Leandro Lehart mostra samba e pagode

Leandro Sapucahy canta o amor e a favela

Paula Lima fala de "Ídolos" e apresenta disco Novo Esquema

A galera mais teen também teve seu espaço no palco do Sonora Live. Além de Restart que já conquistou o público adolescente, Manu Gavassi e CW7 se revelaram promessas entre o mesmo público.


Fãs vão ao delírio em show do Restart

Manu Gavassi é ídolo entre as adolescentes

CW7 apresenta "pop feito em família"

Outros estilos também compuseram o repertório do Sonora Live. Os pernambucanos do Mombojó voltaram à música independente; Nuno Mindelis mostrou porque é considerado um dos maiores guitarristas de blues do mundo; Planta e Raiz representaram a "nação regueira" e Forfun esbanjou alegria no palco.


Mombojó lembra 10 anos de carreira

Nuno Mindelis dá show de blues com sua guitarra

Reggae é representado pela banda Planta e Raiz

Forfun canta a Alegria Compartilhada

Reveja os programas e se prepare para o retorno do Sonora Live em março. Não deixe de comentar, qual foi a melhor atração do ano? O que você espera para o ano que vem?

Veja também:

Fonte: Terra
publicidade