1 evento ao vivo

"O Dead Fish nunca teve um show perfeito", diz baixista da banda

21 jun 2012
16h37
atualizado às 18h34

A apresentadora Lorena Calabria recebeu, no Terra Live Music desta quinta-feira (21), a banda Dead Fish. O grupo, formado por Rodrigo (vocal), Alyand (baixo), Marcos (bateria) e Philippe (guitarra), acaba de lançar o DVD Dead Fish 20 anos - Ao Vivo, em comemoração às duas décadas de carreira.

O quarteto, que surgiu em Vitória, no Espírito Santo, deu os primeiros passos no início dos anos 1990, com covers de bandas como Ramones, Bad Brains e Bad Religion. Após vários álbuns autorais, em 2004 o grupo ganhou projeção com o disco Zero Um, que vendeu cerca de 30 mil cópias.

Gravado em 11 de novembro de 2011 - para eles, uma "data cabalística" - na tradicional casa de shows Circo Voador, no Rio de Janeiro, o DVD só tinha uma oportunidade para ser registrado, já que a banda não possuía logística para outra produção. "Foi uma noite, uma chance", observou Rodrigo, ao contar que todos estavam muito nervosos e não puderam ensaiar o suficiente. "O Dead Fish nunca teve um show perfeito", completou Alyand.

No início da banda, ainda no Espírito Santo, o vocalista relembrou que todos, com cerca de 16 anos, decidiram comprar instrumentos e aprender a tocar. "A gente queria tocar, não tinha muito essa coisa de objetivo", recordou o vocalista sobre os tempos em que se apresentavam no Camburi Clube. Como, na época, o uso do email não era comum, eles passaram a se comunicar via cartas com músicos de outras cidades, até que, em 1993, se apresentaram pela primeira vez fora de casa, em Belo Horizonte.

Após o lançamento do primeiro disco, Sirva-se (1998) - que vendeu mais de 10 mil cópias -, o grupo decidiu formar, em 1999, o seu próprio selo, o Terceiro Mundo Produções Fonográficas. Para o vocalista, esse foi o passo principal para deslanchar a carreira da banda, já que não se tornaram reféns de gravadoras.

Além de lançarem o trabalho de outros grupos, com o selo conseguiram engatar os álbuns Sonho Médio, Afasia e Ao Vivo - compilação dos três primeiros trabalhos, gravado em show realizado em 2002, em São Paulo. De acordo com o quarteto, Sonho Médio, de 1999, foi a consolidação de seu estilo musical. "A gente cantava punk melódico em português", pontuou Rodrigo, ao comentar sobre as várias críticas que sofreram por não comporem em inglês.

Entre as parcerias inusitadas que fariam, Rodrigo citou o rapper BNegão como a sua primeira opção. No programa, os músicos ainda apresentaram canções como Bem-Vindo ao Clube, Afasia, Autonomia e Contra Todos, e falaram sobre a escolha de não utilizar o overdub - técnica que corrige sons após a gravação - no registro do DVD. "Tem erros de letra, de tudo, mas a banda é assim, funciona assim", observou Alyand.

O grupo, que costuma compor em conjunto, ainda declarou ter muitas ideias para trabalhos futuros. Eles ainda contaram que irão gravar um filme sobre a banda. "A gente já conseguiu a grana", disse Rodrigo sobre a produção que será em formato de documentário e com imagens ao vivo.

Bem-vindo ao Clube, por Dead Fish
Fonte: Terra
publicidade