PUBLICIDADE

Spice Girls ressurgem em musical no West End londrino

11 dez 2012 10h04
| atualizado às 22h35
ver comentários
Publicidade

Os sucessos das Spice Girls que marcaram toda uma geração voltam com força nesta terça-feira no musical mais esperado e anunciado do ano no West End londrino, "Viva Forever!".

Spice Girls se reuniram no encerramento das Olimpíadas de Londres, em agosto deste ano
Spice Girls se reuniram no encerramento das Olimpíadas de Londres, em agosto deste ano
Foto: Getty Images

A expectativa é máxima em torno da produção, que estreia hoje no Teatro Picadilly de Londres, mas que já arrecadou mais de 4 milhões de libras (R$ 13,39 milhões) em venda prévia de ingressos.

Como aconteceu com o famoso "Mamma Mia!" (da mesma produtora, Judy Craymer), o musical não se baseia nas carreiras das cinco "spices": usa sua discografia como fio condutor de uma história sobre o lado menos agradável da fama.

Viva, a protagonista, sonha em triunfar no mundo da música e por isso se apresenta em um "show de calouros", como o "X Factor", com três amigas para interpretar temas como "Look At Me", o primeiro single de Geri Halliwell fora do grupo e único tema do musical que não é das Spice Girls.

O destino e os caminhos de um meio nem sempre simpático decidem que Viva deve alcançar o sucesso sozinha, sem suas grandes amigas, e que escolha entre amigos e parentes ou os holofotes e a fama.

"Mama", "Who do you think you are", "Goodbye" e "Spice up your life" acompanham Viva, assim como sua mãe superprotetora, durante um caminho amargo em que aprende a ser criticada e a manter os pés no chão.

"Viva Forever!" foi escrito pela comediante Jennifer Saunders, conhecida por sua colaboração para séries de televisão como "Absolutamente Fabulosas" e que está estreando na Meca do teatro da capital britânica com um musical leve para mães, filhas e amigas.

Enquanto o musical aguarda as críticas dos exigentes jornais britânicos, as redes sociais e os usuários que viram alguma das pré-estreias aprovaram com elogios - os adjetivos mais usados são "surpreendente" e "brilhante" - um espetáculo ideal para os fãs mais nostálgicos.

Espera-se que o sucesso da produção contribua para aumentar ainda mais o número de 75 milhões de discos vendidos pelas Spice Girls, o grupo feminino de maior sucesso da história.

Victoria Beckham, Emma Bunton, Melanie Chisholm, Melanie Brown e Geri Halliwell (também conhecidas como "Posh", "Baby", "Mel C", "Mel B" e "Ginger") se uniram em 1996 e no mesmo ano chegaram ao topo das listas de vendas com seu primeiro single, "Wannabe", do disco "Spice", que foi seguido por "Spice World".

Em meados de 1998, Geri Halliwell deixou o grupo por divergências com suas colegas, que seguiram adiante e em 2000 gravaram e lançaram um novo álbum, "Forever".

Após se tornar referência do pop britânico da década de 1990, o quarteto se desfez em 2001 e cada "spice" saiu em carreira solo, sendo que Victoria Beckham teve mais sucesso profissionalmente em escala mundial, não como cantora, mas como estilista de sua própria marca.

Alguns anos e vários filhos depois, as Spice Girls surpreenderam os fãs em 2007 lançando uma coletânea e uma turnê mundial, embora sua reaparição mais comentada tenha sido a do encerramento dos Jogos Olímpicos de Londres, em agosto.

O impacto foi tanto que, segundo "The Independent", a curta apresentação no estádio olímpico gerou uma média de 116 mil "tweets" por minuto.

EFE   
Publicidade
Publicidade