PUBLICIDADE

SP: show do Mr. Catra termina em tumulto em Bebedouro

29 abr 2012 14h34
| atualizado em 30/4/2012 às 16h00
Publicidade
GISELE ALQUAS

O que era para ser uma noite de festa terminou em tumulto em Bebedouro, no interior de São Paulo, com várias garrafas quebradas e tendas, que vendiam bebidas, destruídas. A principal atração do evento, que aconteceu na madrugada deste domingo (29), no Sambódromo da cidade, era o funkeiro Mr. Catra, que estava marcado para se apresentar à meia-noite. De acordo com a colunista social Célia Valente Bruno, que cobriu a festa, uma produtora se dirigiu ao palco por volta das 1h30 e disse que o cantor iria se atrasar porque estava em outra cidade. Até então, grupos de pagode supriam a ausência de Catra.

"Chovia muito e acho que nem eles (organizadores) sabiam o que estava acontecendo. Deu 2h, 3h e nada, o público começou a ficar nervoso. Aí a produtora voltou a avisar que ele (Mr. Catra) estava em outra cidade e que chegaria às 4h. Nessa hora, ninguém segurou o povo. Foi um quebra-quebra total", explicou.Celia relatou que várias garrafas de vidro foram atiradas no palco. A situação ficou pior quando vândalos destruíram as tendas e saquearam caixas de cerveja. O camarote do evento também foi invadido e garrafas de vodca atiradas no chão.

"A imprensa ficou no palco. Quando os seguranças viram que a situação estava perigosa, tentaram afastar a gente, mas voavam garrafas", contou. Os ingressos para ver o show do funkeiro custavam entre R$ 20 e R$ 70. Segundo o fotógrafo Alex Vicente, Mr. Catra apareceu no Sambódromo por volta das 4h50 em uma Van e o assessor dele alegou que o atraso ocorreu porque houve problemas com o jatinho que trouxe o cantor. "O Catra não falou nada. Mas na hora que os organizadores disseram que iriam fazer boletim de ocorrência o culpando pelo tumulto e que iriam exigir que ele arcasse com o prejuízo, ele ficou bravo e disse que não ficaria mais no local. Entrou no veículo e foi embora", relatou Alex.

A Polícia Militar de Bebedouro informou que não foi acionada para comparecer no Sambódromo e que, por enquanto, nenhum boletim de ocorrência havia sido registrado. O Terra tentou entrar em contato com os organizadores do evento em Bebedouro, mas eles não foram encontrados. Um deles, conhecido como Danilo Tigrinho, publicou um comunicado em sua página no Facebook.

"As coisas não saíram como o previsto na noite em que o Mr. Catra deveria ter feito um show na cidade de Bebedouro. Isso aconteceu perante a atitude falha de Mr. Catra e sua equipe, deixando de mãos atadas os organizadores do evento, que até então não estavam informados do porque do atraso. A equipe justificou seu atraso com uma possível chuva forte, porém esse assunto ainda vai vir a ser discutido. É importante lembrar que o cantor compareceu sim, mas não cumpriu o horário combinado no contrato. Não é a primeira vez que ele deixa seu público à espera de um parecer, por isso providências já estão sendo tomada pelos organizadores do evento, que estão procurando a melhor forma para que todos não se sintam lesados".

A assessoria do Mr. Catra também não foi encontrada para comentar o assunto.

Terra

O internauta Derick Calil, de Bebedouro (SP), participou do vc repórter, canal de jornalismo participativo do Terra. Se você também quiser mandar fotos, textos ou vídeos, clique aqui.

Público invadiu camarote e quebrou várias garrafas de cerveja
Público invadiu camarote e quebrou várias garrafas de cerveja
Foto: Rejane Caputo/ O Jornal Bebedouro / Divulgação
vc repórter
Publicidade