publicidade
07 de março de 2013 • 13h19 • atualizado às 15h37

Sonia Abrão sobre ex de Chorão: "não tem culpa de ter sido amada"

  • Direto de Santos
  • Direto de Santos
 

Prima de Chorão, a apresentadora Sonia Abrão defendeu a ex-mulher do músico, Graziela, das acusações de que ela teria sido o pivô da depressão e posterior morte do vocalista do Charlie Brown Jr. “Eles se apaixonaram juntos, mas o desamor veio por etapas. Ela não tem culpa de ter sido tão amada”, disse Sonia. Chorão foi encontrado morto na quarta-feira (6), em São Paulo, e está sendo velado nesta quinta-feira (7), na Arena Santos, na Baixada Santista.

Sônia Abrão diz que Chorão apresentava quadro depressivoClique no link para iniciar o vídeo
Sônia Abrão diz que Chorão apresentava quadro depressivo

A apresentadora ainda comentou sobre o estado crítico em que se encontra a mãe do músico, Dona Nilda. Sentada ao lado do caixão, a matriarca continua sob o efeito de sedativos: “ela não consegue entender que é ele ali, que é o próprio filho”, comentou Sonia, ao contar que Dona Nilda desabafou que, se Deus quis testá-la, a morte do filho é uma provação muito forte e ela não sabia se conseguiria suportar. Ela ainda relatou que a mãe de Chorão não conseguiu conversar com Graziela, já que a ex-mulher a faria lembrar muito do filho.

Muito emocionada e com o rosto molhado de lágrimas, Sonia também falou sobre a depressão em que Chorão estava mergulhado. “Ele era especial, não era para ele ir agora. Essa solidão que ele tinha não era do lado de fora, ele tinha família e amor à banda. Nem ele sabia de onde isso (solidão) vinha. A gente era próximo, a nossa família por parte de pai são cinco pessoas”, contou a apresentadora, ao descrever-se abalada por perder duas pessoas da família em tão pouco tempo – o pai de Sonia morreu em junho de 2012. “É surreal, é muito triste”, lamentou.

Morte de Chorão
O enterro do cantor Chorão, que foi encontrado morto na madrugada desta quarta-feira (6), será realizado nesta quinta-feira (7), às 15h. As informações são do site oficial da banda Charlie Brown Jr. O velório será na Arena Santos, em Santos, no litoral paulista, a partir das 20h desta noite.

Em comunicado, a família do músico afirmou: "estamos unindo nossas forças para superar a dor da lamentável e intempestiva perda. O nosso saudoso Chorão, além do conhecido músico, respeitado pelo mundo artístico, era excelente chefe de família e pai amoroso. Por estas razões sua prematura morte está sendo sentida por todos que o amavam".

"Este não é o momento para se manifestar sobre as causas da sua morte. O momento é de dor, lembrança e homenagem à sua condição de homem que se dedicava a proporcionar alegria a todos que com ele convivia. Agradecemos todas as manifestações de carinho e solidariedade por parte dos amigos, dos seus fãs e dos meios de comunicação", continuou.

Chorão, vocalista da banda Charlie Brown Jr., foi encontrado morto, em casa, no bairro de Pinheiros, na zona oeste de São Paulo. O motorista do cantor o encontrou desacordado e telefonou para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

A Polícia Militar recebeu um chamado para averiguação de morte natural na residência do cantor às 5h18. O corpo foi encontrado no local e será examinado pela perícia. Inicialmente, o caso seria investigado pelo 14° DP, mas seguirá com o DHPP (Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa). As causas da morte ainda são desconhecidas e o laudo sairá em 30 dias.

Terra