Sites relacionados
Diversão
Rádio
Jovem
  Notícias por e-mail
Receba as últimas notícias em seu e-mail
  Fale conosco
Mande suas críticas e sugestões. Participe!
Rock in Rio-Lisboa
Histórico do Rock in Rio
 
Alexandre Tahira/Redação Terra
Red Hot Chili Peppers na terceira edição do Rock in Rio
Red Hot Chili Peppers na terceira edição do Rock in Rio
Busca
Busque outras notícias no Terra:
O empresário Roberto Medina teve a idéia de realizar a primeira edição do Rock in Rio ainda nos bastidores do show de Frank Sinatra. Responsável pela vinda do cantor ao Brasil em 1980, o empresário decidiu que o País tinha vocação para o circuito do show business internacional.

Com esse intuito e muita disposição para convencer empresários e jornalistas estrangeiros, criou o Rock in Rio, que, na cidade maravilhosa, teve três edições: a primeira em 1985, a segunda em 1991 e a terceira em 2001.

Quem esteve na Cidade do Rock, em Jacarepaguá, naquele janeiro de 1985, dividiu espaço com quase 1,5 milhão de pessoas - o equivalente a cinco Woodstocks - e assistiu aos internacionais ACDC, All Jarreau, B52, George Benson, Go Go's, Iron Maiden, James Taylor, Nina Hagen, Ozzy Osbourne, Queen, Rod Stewart, Scorpions, White Snake e Yes.

Dos nacionais, a programação tinha Alceu Valença, Barão Vermelho, Blitz, Eduardo Dusek, Elba Ramalho, Erasmo Carlos, Gilberto Gil, Ivan Lins, Kid Abelha, Lulu Santos, Moraes Moreira, Ney Matogrosso, Paralamas do Sucesso, Pepeu Gomes e Rita Lee. O ineditismo do evento e a performance dos grupos fez do festival um clássico.

Passados seis anos, o empresário cedeu aos apelos saudosos e produziu a segunda edição do Rock in Rio. A série de shows migrou da Cidade do Rock para o estádio do Maracanã e congregou 700 mil pessoas durante 9 dias.

A-HA, , Billy Idol, Colin Hay, Debbie Gibson, Dee-Lite, Faith No More, George Michael, Guns N'Roses, Happy Mondays, Information Society, INXS, Joe Cocker, Judas Priest, Lisa Stansfield, Megadeth, New Kids on the Block, Prince, Queensryche, Run DMC, Santana e SNAP foram as atrações internacionais.

Alceu Valença, Capital Inicial, Ed Motta, Elba Ramalho, Engenheiros do Hawaii, Gal Costa, Gilberto Gil, Hanói Hanói, Inimigos do Rei, Laura Finocchiaro, Lobão, Moraes & Pepeu, Nenhum de Nós, Orquestra Sinfônica, Paulo Ricardo, Roupa Nova, Serguei, Supla, Titãs, Vid e Sangue Azu representaram as cores da bandeira nacional.

A edição de 2001 marcou o retorno do festival ao endereço tradicional: a Cidade do Rock, em Jacarepaguá. Entitulada "Rock in Rio Por um Mundo Melhor", a edição assumiu um tom social e conseguiu parar por três minutos mais de 3500 emissoras de rádio e televisão de todo o Brasil.

Às 19 horas daquele dia 12 de Janeiro de 2001, três mil rádios e 522 TVs silenciaram pela melhoria do mundo. ONGs também tiveram papel de destaque em meio ao som dos internacionais AaronCarter, Beck, Britney Spears, Dave Matheus Band, Deftones, Five, Foo Fighters, Guns'N Roses, James Taylor, Neil Young, N'Sync, Oasis, Papa Roach, Queens of The Stone Age, Iron Maiden, Red Hot Chili Peppers, REM, Sting, Sheryl Crow e Silver Chair.

Dos brasileiros, Barão Vermelho, Capital Inicial, Carlinhos Brown, Cássia Eller, Daniela Mercury, Elba Ramalho, Engenheiros do Hawai, Fernanda Abreu, Funk ´n Lata, Gilberto Gil, Ira, Ultraje a Rigor, Kid Abelha, Milton Nascimento, Moraes Moreira, O Surto, Pato Fu, Pavilhão 9, Sandy & Junior, Sepultura e Zé Ramalho, subiram ao Palco Mundo.
 

Redação Terra