3 eventos ao vivo

Quarteto britânico Palma Violets traz indie rock ao Planeta Terra

12 jun 2013
10h20
atualizado em 4/10/2013 às 09h48
  • separator
  • 0
  • comentários

O quarteto Palma Violets tem apenas dois anos de vida - e seu primeiro disco de estúdio, 180, foi lançado há poucos meses, em fevereiro. Mas a banda britânica, fundada em 2011 em Londres, já conseguiu alguns feitos nesse curto período.

<p>Palm Violets é uma das atrações do Planeta Terra 2013</p>
Palm Violets é uma das atrações do Planeta Terra 2013
Foto: Facebook / Reprodução

Assim como ocorreu com o Arctic Monkeys, o Palma Violets construiu em pouco tempo uma sólida base de fãs no circuito underground. Logo no primeiro ano em atividade, o grupo viu brotarem vídeos de suas apresentações divulgados por fãs. Seu indie rock chamou a atenção do selo independente Rough Trade, clássica gravadora britânica que lançou bandas clássicas como The Smiths, Buzzcocks e, mais recentemente, The Libertines e The Strokes. 

Mas foi no ano passado, quando lançou seu primeiro single, Best of Friends, que o grupo ganhou um reconhecimento notável para uma estreia. A conceituada revista especializada em música NME premiou o grupo como revelação de 2012 e, não bastasse superar os conjuntos estreantes, o quarteto ainda atropelou artistas consagrados ao conquistar o prêmio de melhor música do ano, superando nomes de peso como Blur, Jack White, Arctic Monkeys e Taylor Swift.

Fundado no distrito de Lambeth, na região central da capital britânica, o Palm Violets tem em seu line-up a dupla de vocalistas Alexander "Chilli" Jesson (baixo) e Samuel Fryer (guitarra), além de Jeffrey Mayhew (teclado) e William Doyle (bateria). Seu debut chegou ao 11º lugar das paradas de sucesso britânicas. 

A agenda de atual turnê mundial do Violets, que vem ao Brasil no dia 9 de novembro para o Planeta Terra Festival 2013, inclui datas em alguns dos principais festivais do ano na América do Norte e Europa, como o Coachella, nos EUA, o Pinkpop, na Holanda, o Heineken Open´er, na Polônia, e o Benicàssim, na Espanha. O giro também inclui shows na Irlanda, Inglaterra, Noruega, Austrália, Canadá e México.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade