4 eventos ao vivo

Interpol revê sonoridade pós-punk em clima de Nova York

Liderada pelo vocalista Paul Banks, a banda Interpol foi formada em Nova York em 1997. Sempre associado ao cenário musical da "grande maçã", o Interpol ganhou atenção no início dos anos 2000 com os grupos que revisitaram toda a estética da música pós-punk. Comparações com o Joy Division logo apareceram. Nomes como White Lies e Editors, ambos do Reino Unido, também disputam o posto com os nova-iorquinhos.

Seu álbum de estreia, Turn on the Bright Lights, foi lançado em 2002 e logo conquistou a crítica especializada e foi citado como um dos mais importantes daquele ano pela revista NME. No site Pitchfork, o registro foi o mais importante de 2002.

A resposta do Interpol veio com o álbum Antics, de 2004, que também conquistou fãs, consolidou a banda e abriu espaço na grande mídia com sucessos como Slow Hands e Evil. Em 2007, a banda lançou Our Our Love to Admire, que acabou dividindo a opinião dos fãs, mas com uma boa cota de canções de qualidade, como No I in Threesome e Pace is the Trick.

Ignorando as críticas, seu quarto álbum, intitulado Interpol, foi lançado em 2010 e optou por continuar a sonoridade de seu antecessor. Canções como Barricade, Lights e Success, causaram certa comoção na mídia em seu lançamento, mas o ábum está longe de ser um sucesso comercial.

Discografia
Turn on the Bright Lights (2002)
Antics (2004)
Our Love to Admire (2007)
Interpol (2010)

Interpol
Interpol
Foto: Getty Images
Fonte: Terra
publicidade