0

Palco da nova turnê do U2 é montado em 5 dias; saiba mais

1 abr 2011
07h36
atualizado às 10h31

Quando o circo da turnê 360º desembarcar no Brasil, não dá para esperar uma estrutura nada menos que colossal, gigante, titânica, entre outras palavras não menos imponentes para descrever a ideia e a execução por trás do show. Afinal de contas, estamos falando do mais novo investimento daquela que hoje se configura como a banda de rock e pop mais lucrativa do mercado. O U2, claro, chega mais uma vez "causando" com um espetáculo pouco convencional.

Ouça U2 grátis no Sonora

Willie Williams, mentor do show, elaborou uma gigante garra (The Claw, em inglês) cujo epicentro é o palco da banda, que fica não na ponta dos estádios, mas no meio dele, de forma que a banda é observada do mesmo jeito por todo o público presente (sem essa de visões prejudicadas nas laterais). Mas além dessa garra, a menina dos olhos no espetáculo é mesmo o telão de 500 mil pixels, monitor cuja tecnologia foi desenvolvida especialmente para este evento.

Certamente, a banda vai cantar muito no Morumbi. Mas é de esperar ver fã olhando mais para o entorno do que para os quatro músicos.

The Edge, Bono e a turnê 360º em números
The Edge, Bono e a turnê 360º em números
Foto: Getty Images
Fonte: Terra
publicidade