2 eventos ao vivo

Ovacionado, Eric Clapton fala através da música no Rio

9 out 2011
21h20
atualizado em 10/10/2011 às 13h27
Luis Bulcão
Direto do Rio de Janeiro

Eric Clapton fala através da música. Limitou-se apenas a dizer um rápido "boa noite" para a plateia carioca durante uma hora e cinqüenta e cinco minutos de show. Sua guitarra mostrou toda a eloquência ao versar sobre os assuntos que realmente interessam a ele e ao público, que ocupou quase todas as cadeiras do HSBC Arena na noite deste domingo (9), no Rio.

Clapton trocou apenas Tearing Us Apart do set list apresentado na última terça-feira (4), em Porto Alegre, por I Shot the Sheriff. De resto, destilou o velho e bom blues, alternando doses de rock com baladas tocantes. Histórias que a platéia escutou sentada na maior parte do tempo, mas sem tirar os ouvidos de tudo o que ele tinha a dizer.

O show
Eric Clapton começou o show às 20h09, fazendo sua guitarra soar leve em Going Down Slow, intercalando solos com os backing vocals de Michelle John e Sharon White. Ao final, a intensidade da música aumentou, dando as primeiras pitadas de que o papo seria interessante. Foi ovacionado.

"Boa noite!", saudou, dando sequência com Key to the Highway. O clássico Hoochie Coochie Man foi recitado com naturalidade por Clapton, referência ao blues que o criou. Mas foi na lenta Old Love, onde ele, pela primeira vez na noite, deixou fluir seu feeling conduzindo a plateia, por pelo menos duas vezes, ao delírio arrepiante de quando um solo atinge seu ápice. Aquele, que já foi chamado de Deus, se fez presente, preparando terreno para I Shot the Sheriff e para a conquista do público. A balada regae de Bob Marley lembrou a fase de maior sucesso de Clapton. A plateia recompensou com mais ovação.

Então, Clapton pegou o violão e formou uma banda consigo mesmo para o set acústico com Driftin', Nobody Knows You When You're Down And Out, com uma versão semelhante a do acústico MTV. Permanecendo sentado, pegou a guitarra novamente para Lay Down Sally.

Ninguém parecia conhecer muito When Somebody Thinks You're Wonderful, do disco Clapton, de 2010, mas também ninguém pareceu se importar muito enquanto ele destilava mais uma balada elegante e animada.

O papo voltou a esquentar nos primeiros acordes de Layla. A versão para a atual turnê, mais lenta do que a acústica de seu mais famoso disco, foi rezada pela platéia. Ao final do rito, o público estava pela primeira vez de pé, aos aplausos e gritos.

Então, foi a vez de Clapton levantar novamente e partir para o rock com Badge e do rock para a emocionante Wonderful Tonight, quando o assunto chegou nas velhas lembranças.

A conversa fluía como nunca. Clapton dizia Before you accuse me e o público respondia Take a Look at Yourself.

O entretenimento era tão grande que só em Little Queen Of Spades, a décima quarta música, ele lembrou de apresentar os tecladistas de sua banda. E não é que Chris Stainton e Tim Carmon falam a mesma língua de Clapton? A plateia é que passou a ser repetitiva. Mais vivas e urros para solos intuitivos e poderosos.

A segurança do evento teve uma dura missão quando o tema passou para Cocaine. Vestindo terno e gravata, no maior estilo Guarda-Costas, de Whitney Houston, os homens de preto haviam sido instruídos a estimular o público a permanecer sentado durante as músicas. Missão difícil quando milhares desobedecem. De Cocaine em diante, a galera ficou de pé mesmo. Trinunfante, Clapton deixou o palco.

Mas foi só para dar voz à plateia. Brasileiros falam alto. Ainda mais quando o assunto é pedir bis. E ele voltou, com Crossroads. Em uma versão de despedida animada, daquelas que invocam um sincero até logo. Clapton toca novamente no Rio nesta segunda-feira (10), em um show extra.

Falar mesmo, Clapton pronunciou apenas aquele "boa noite" no início do show. Um homem de poucas palavras, que sabe bem o que dizer.

Setlist:
Going Down Slow
Key To The Highway
Hochie kochie Man
Old Love
I shot The Sheriff
Driftin'
Nobody Knows You When You're Down And Out
Lay Down Sally
When Somebody Thinks You're Wonderful
Layla
Badge
Wonderful Tonight
Before You Accuse Me
Little Queen Of Spades
Cocaine
Crossroads (Encore)

O cantor emocionou o público com seus maiores sucessos
O cantor emocionou o público com seus maiores sucessos
Foto: Felipe Panfili e Roberto Filho / AgNews
Fonte: Terra

compartilhe

publicidade