inclusão de arquivo javascript

 
 

Marjorie Estiano lança CD e já pensa em shows

06 de maio de 2005 16h59 atualizado em 28 de junho de 2005 às 16h37

Marjorie Estiano vai dividir o seu tempo entre o microfone e a telinha da TV. Foto: Divulgação

Marjorie Estiano vai dividir o seu tempo entre o microfone e a telinha da TV
Foto: Divulgação

A atriz Marjorie Estiano agora é - oficialmente - uma cantora. Ela foi uma das protagonistas da temporada 2004 de Malhação e continua no "folheteen" em 2005, mas terá de dividir seu tempo entre a telinha da televisão e o microfone. Marjorie acaba de colocar nas lojas seu primeiro disco, e já pode ser vista cantando no clipe de Você Sempre Será, primeiro faixa de trabalho do álbum.

Veja fotos
Assista ao clipe de Você Sempre Será com Marjorie Estiano

"Ouço de tudo um pouco, mas meu lado black é bem forte. Jazz, soul, Nat King Cole, Louis Armstrong, minha mãe ouvia tudo isso", conta a atriz e cantora, que em Malhação, na pele de Natasha, deu vida à baixista da Vagabanda e acabou dando uma palinha de suas habilidades. "Mas nada disso foi planejado. Entrei para fazer só a baixista, mesmo", explica.

O disco, produzido por Victor Pozas e Alexandre Castilho, inclui quatro músicas do repertório da extinta Vagabanda: Você Sempre Será, Versos Mudos, Reflexos do Amor e Por Mais Que Eu Tente, todas com novos arranjos. A nova trilha do fol Curitibana, 23 anos, Marjorie é o que se pode chamar de pessoa determinada. Aos 18 anos foi para São Paulo, sonhando com um futuro nas artes cênicas. "Fiz parte de um grupo, o Cine in Show. Nós fazíamos performances de clássicos do cinema, como Grease e Cabaret, relembra.

Alguns comerciais completavam o orçamento e a menina continuava firme em seu projeto de vida. Dois anos atrás, outra mudança. Marjorie fez teste para oficina de atores da Globo e mudou-se para o Rio de Janeiro. Depois de aprovada em mais um teste, passou a integrar o elenco de Malhação. Agora, integra o elenco de jovens cantoras da música popular brasileira. "Dei meus palpites no disco. A faixa Sem Direção, por exemplo, ficou bem próxima das influências que eu tenho das músicas que minha mãe ouvia", conta.

Quem receia que a nova carreira faça Marjorie esquecer seu trabalho como atriz, pode ficar sossegado. "Não pretendo escolher entre o trabalho de atriz e o de cantora", afirma, garantindo que terá mesmo que se dividir, afinal, tem gravação e shows pela frente. "Não é gravar um disco, fazer programa de TV e pronto. Vou cair na estrada com banda. Enquanto não estiver gravando, vou estar fazendo shows", garante a cantora. Em palcos e na telinha, Marjorie chega ao público em dose dupla.

Redação Terra