inclusão de arquivo javascript

 
 

Virtual, Dogão conquista o mercado real

05 de outubro de 2004 09h35

Dogão, rapper virtual. Foto: Divulgação

Dogão, rapper virtual
Foto: Divulgação

Dogão é mau, mas é muito bem assessorado por um dos produtores mais bem-sucedidos do País. Rick Bonadio é o responsável pelo rapper virtual que tomou de assalto as rádios, a MTV e é um dos candidatos ao Prêmio Hutuz 2004, a maior premiação do hip hop nacional.

"O Dogão é um alerta para a indústria fonográfica. Quem não tiver criatividade vai sumir completamente", diz ele, ex-diretor de gravadora multinacional, lançador dos Mamonas Assassinas, Charlie Brown Jr., CPM 22, Rouge, Br'OZ, entre outros. "Sou um operário da música", minimiza o produtor chamado de "midas".

"Esse papo de midas é exagero. As pessoas falam muito dos meus acertos, mas erro bastante também".

O rapper canino, que tem como amigos os também virtuais Mano Cabuloso e Nega Ganja, fará a primeira apresentação ao vivo no 6 de outubro, em meio ao show comemorativo dos 27 anos da Rádio Transamérica.

"Iremos usar da tecnologia, mas prefiro ocultar os detalhes. Vai ser uma surpresa para todo mundo", garante Bonadio, que, evidentemente, também não revela o MC de verdade que gravou as vozes de Dogão e companhia. As letras, ao menos, sabe-se que são do produtor.

Serviço
Dogão, Capital Inicial, CPM22, entre outros
06 de outubro a partir das 20h
Espaço das Américas
R. Tagipuru, 795 - Barra Funda - São Paulo
Quanto: R$ 30,00 (inteira) ou R$ 15,00 (meia/estudantes). Levando 1 Kg de alimento não perecível, exceto sal, o público paga meia e ainda ajuda o Programa Fome Zero.
Mais informações pelos telefones (11) 3666-5470 (Espaço das Américas) e (11) 3025-1000.

Redação Terra