inclusão de arquivo javascript

 
 

Lasciva Lula lança terceiro EP independente

06 de fevereiro de 2004 20h49 atualizado em 11 de fevereiro de 2004 às 22h34

A banda Lasciva Lula. Foto: Lauro Machado/Divulgação

A banda Lasciva Lula
Foto: Lauro Machado/Divulgação

A banda Lasciva Lula se arma de mais um EP totalmente independente para provar que sobrevive. Óleo de Saliva é o terceiro lançamento do grupo que surge com nova formação, mas mantém o gosto por excelentes melodias e letras caprichadas. "Sairam o Leonardo (guitarra) e o Iel (bateria) em uma fase ruim que tivemos", contou o vocalista Felipe Schuery ao Terra. Os novatos Marcello Cals e Guga foram escalados e, já no primeiro ensaio, sabiam todas as músicas da banda.

Ouça Olívia Lik, faixa que abre o EP Óleo de Saliva do Lasciva Lula

Com sangue renovado, a banda preparou território para o novo lançamento. O resultado é Óleo de Saliva, EP que resgata as guitarras da estréia (Lasciva Lula de 2000), mas as letras mostram que a banda está mais coesa do que nunca, amadurecendo a (bela) simplicidade da estréia por temas mais surrealistas. O que era "Ah, quem dera cantar / só pra você me ouvir / pra gente relembrar / daquela canção de amor / que eu fiz pra você" de Canção de Amor (2000) se transformou em "Comprei häagen dazs / Encontrei o Zelig / Traga a bicicleta / Meio + meio = nós", da excelente Häagen Dazs, do novo disco.

A banda que nasceu na praia (como avisava o primeiro release) faz um dos melhores rocks de guitarras da nova geração de bandas nacionais, em um som que paga tributo ao Pixies e ao Sonic Youth sem, no entanto, soar como cópia. "Eu não vejo novidade no que a gente faz, mas também não consigo definir o nosso som", diz Felipe, ressaltando que a crítica fica meio perdida ao analisar o grupo. "As resenhas são completamente diferentes, ninguém consegue definir o estilo da gente".

O Lasciva Lula se prepara para gravar um clipe para Olívia Lik e já pensa no próximo álbum. "Queremos lançar um CD inteiro de inéditas", conta Felipe. "Mas pode acabar virando outro EP, não dá para garantir", despista. Enquanto isso, a banda segue fazendo shows. "Estamos marcando algo para Florianópolis e talvez São Paulo, mas não está nada certo", solta o vocalista. Enquanto a banda não surge palco próximo, os EPs adiantam o bom repertório. Todas as canções estão em MP3 no site oficial do grupo, que ainda traz muitas outras novidades.

Redação Terra