inclusão de arquivo javascript

 
 

"Minha música não é só baiana", diz Daniela Mercury

07 de dezembro de 2006 12h37 atualizado às 13h54

Daniela Mercury diz sua música não é só baiana. Foto: Lucas Lima/Terra

Daniela Mercury diz sua música não é só baiana
Foto: Lucas Lima/Terra

Com mais de 20 anos de carreira, Daniela Mercury, 41 anos, apresentou na manhã desta quinta-feira, em São Paulo, seu recém-lançado CD e DVD Balé Mulato - Ao Vivo, produzido por Ramiro Mussoto, Alê Siqueira e a própria Daniela.

Veja letras de música da cantora Daniela Mercury
Aprenda a tocar os hits do seu ídolo

"Minha música não é só baiana, ela é essencialmente baiana, mas eu a considero brasileira", disse a cantora sobre a musicalidade do novo álbum.

Balé Mulato - Ao Vivo, pela EMI Music, tem 14 faixas com destaque para Topo do Mundo e Olha o Gandhi Aí, música campeã no Carnaval da Bahia. O DVD foi gravado no Farol da Barra no Carnaval da Bahia, em 2005.

Daniela enfatizou sua participação em todas as etapas de produção do CD e DVD. "Nunca quis ser apenas uma intérprete. Sempre quis participar de toda a arte, coreografia, cenário e iluminação. Participei de cada detalhe deste DVD", falou.

A cantora falou ainda da parceira com o DJ inglês Norman Cook, conhecido como Fatboy Slim. "Fiz uma letra e uma melodia em cima da base dele. Música eletrônica virou uma grande curtição. São versos simples, mais para dançar. Eu digo que é um lá, lá, lá. Não tem nada muito sério", disse.

Sobre os planos de sua carreira internacional, a cantora garantiu que não pensa em deixar o País. "Trabalhar aqui é uma condição para eu ser feliz. Resolvi fazer uma carreira internacional continuando morando na Bahia", falou.

"Não quero perder de vista a minha relação com o Brasil. Quero estar sempre presente aqui e legitimar a música da minha geração. E manter a música brasileira fora do País", acrescentou.

Daniela Mercury lança em maio o álbum Balé Mulato na Espanha em maio de 2007.

Redação Terra