1 evento ao vivo

"Não tive crise por causa de Joe Jonas", diz Demi Lovato

4 ago 2011
11h48

Demi Lovato deu uma entrevista à revista Elle e admite que estava fora de si vários meses antes de receber tratamento em uma clínica de reabilitação.

Ouça Demi Lovato grátis no Sonora

"Estava fora de mim durante todo o verão. Tinha a pior atitude que podia existir, me sentia como se tivesse me traindo. Isso é estar no fundo do poço. Quando você ataca alguém em um avião se dá conta de que isso é o suficiente", disse a cantora sobre o episódio em que bateu em um de seus dançarinos.

Quando questionada se seus problemas se devem ao fim do namoro com Joe Jonas, do Jonas Brothers, ela garante que não, e que estava passando por muitas outras coisas. "Eu não teria crédito se minha crise fosse por um cara. Tenho muitas outras coisas na minha vida", revelou ela.

Sobre seus distúrbios alimentares, ela acredita que eles aconteceram devido ao bullying que sofreu no colégio. "Me chamavam de gorda. E essas meninas nunca me explicaram o porquê dessa intimidação. Então eu pensava: 'ah, então eu não tenho amigos porque sou gorda'", desabafou Demi.

A cantora foi internada em novembro de 2010, alegando transtornos alimentares e problemas de automutilação. As crises e ataques começaram pouco depois do término de seu namoro com Joe Jonas, coincidindo com o novo namoro do cantor. Por isso, muitos fãs achavam que isso teria desencadeado os problemas em Demi Lovato.

Demi Lovato fala sobre clínica de reabilitação à revista 'Elle'
Demi Lovato fala sobre clínica de reabilitação à revista 'Elle'
Foto: Reprodução
Fonte: Terra
publicidade