0

Morre o compositor e cantor francês Georges Moustaki

23 mai 2013
07h40

O cantor e compositor francês Georges Moustaki, autor de canções que se tornaram clássicos da música popular francesa como "Milord" ou "Le Métèque", faleceu nesta quinta-feira aos 79 anos.

Em 2011, Moustaki, que nasceu no Egito e tinha pais gregos, revelou que sofria de problemas respiratórios e que sua doença "irreversível" o deixava "definitivamente incapaz de cantar".

Georges Moustaki, cujo nome verdadeiro era Giuseppe Mustacchi, nasceu em 3 de maio de 1934 em Alexandria, de pais judeus gregos que emigraram ao Egito.

Escreveu quase 300 canções para os mais importantes intérpretes de sua época como Edith Piaf, Yves Montand, Barbara, Juliette Gréco ou Serge Reggiani antes de cantar as próprias músicas.

Suas canções mais famosas são "Milord" (1958), escrita para Edith Piaf e traduzida no mundo inteiro, e "Le Métèque" (1969), primeiro interpretada por Pia Colombo.

Outras canções que viraram clássicos são "Sarah", "Ma liberté", "Ma solitude" e "Votre fille a vingt ans", interpretadas por Serge Reggiani, assim como "La Dame Brune" (interpretada por Barbara), "Joseph" ou "La Marche de Sacco et Vanzetti".

Moustaki se mudou para Paris em 1951 e conheceu Georges Brassens, um encontro determinante para sua carreira.

Políglota e pintor, Moustaki vivia há mais de 40 anos na ilha Saint-Louis, coração de Paris.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
publicidade