Sites relacionados
Cifra Club
Expresso 2222
Guia de Cidades
Letras de Música
MP3Box
MTV
Palco MP3
Território da Música
  Busca Rádio Terra


  Letras e cifras


 Notícias por e-mail
Receba as últimas notícias no seu e-mail
 Fale conosco
Mande suas críticas e sugestões. Participe!
Live 8
Sexta, 15 de julho de 2005, 15h34  Atualizada às 15h59
Músicos e ativistas fazem balanço do Live 8
 
 Últimas de Live 8
» Músicos e ativistas fazem balanço do Live 8
» MTV exibe reprise do Live 8 às 20h
» Grupo puritano reclama do Live 8
» Último show do Live 8 pede ações contra a pobreza
Busca
Busque outras notícias no Terra:
Duas semanas depois de Bob Geldof ter reunido o maior conjunto de astros do rock'n'roll da história para pressionar os líderes mundiais a tomar medidas contra a pobreza no Live 8, as pessoas questionam se os músicos e as celebridades deveriam fazer outra coisa que não entreter.

Dois roqueiros irlandeses, o próprio Geldof e o vocalista do U2, Bono, estiveram ao lado dos homens mais poderosos do mundo na Escócia, numa reunião de cúpula realizada este mês, pedindo mais ajuda e o perdão da dívida. Os dois pronunciaram-se satisfeitos com o resultado do encontro.

O Grupo dos Oito concordou em dobrar até 2010 a ajuda que presta aos países pobres, acrescentando US$ 50 bilhões por ano, e isso semanas apenas depois de ter fechado um acordo de alívio da dívida no valor de mais de US$ 40 bilhões.

"Uma grande justiça foi feita", declarou Geldof. Ao mesmo tempo, porém, a organização ActionAid interpretou de maneira não tão positiva os compromissos assumidos pelos países poderosos. Para ela, "a cúpula não fez justiça à África."

As declarações revelam algo sobre a relação complexa existente entre celebridades e causas sérias.

As organizações humanitárias tomam cuidado para não prejudicar suas relações com celebridades de quem eles sabem que precisam para poder atrair a atenção da mídia para suas causas.

Mas também se frustram diante do que vêem como sendo a tendência das celebridades de supersimplificar problemas e de elogiar líderes por acordos que podem não ser exatamente o que aparentam.

A organização Make Poverty History, que trabalha em colaboração estreita com Bob Geldof, afirmou que o acordo de alívio da dívida fechado pelo G8 representa apenas um décimo do valor necessário e que menos da metade do aumento prometido na ajuda é dinheiro novo.

A ActionAid disse que o resultado das conversações sobre o comércio mundial representa "um desastre" para a África, onde 60 por cento dos empregos vêm da lavoura em pequenas propriedades.

Será que os EUA ouviram?

Uma das questões mais importantes para os organizadores do Live 8 é se a mensagem sobre a pobreza foi ouvida pelas centenas de milhões de pessoas que ouviram os concertos no dia.

Kevin Wall, o produtor executivo do Live 8, está otimista sobre isso e explicou que conscientizar as pessoas nos EUA sobre questões como a pobreza na África é algo que leva tempo. Ele estima que 2 bilhões de pessoas ouviram ou assistiram ao Live 8 na televisão, rádio e Internet.

"As pessoas nos EUA estão apenas começando a se conscientizar", disse ele. "Não é como na Grã-Bretanha, nunca foi. Estamos no início do processo. Você mistura o poder da música com a mensagem, e o resultado é muito forte."

Nos EUA, entretanto, o país mais rico do mundo, evidências indicam que a mensagem teve dificuldade em ser ouvida.

"Ainda é cedo para dizer que impacto do Live 8 terá tido sobre sua questão mais importante (a pobreza na África)", disse Jonathan David Morris num texto de opinião num Web site conservador norte-americano.

"Mas chama minha atenção a rapidez com que tudo isso parece ter desaparecido da memória das pessoas. Uma semana depois do concerto, é como se nem tivesse havido um Live 8."

Na própria África também há ceticismo em relação às promessas do G8.

Adekeye Adebajo, diretor do Centro de Resolução de Conflitos na Universidade da Cidade do Cabo, escreveu num comentário que os subsídios agrícolas nos países ricos deveriam acabar, assim como o dumping de alimentos sobre os países pobres.

"Se não, todos os esforços recentes de músicos, políticos e ativistas terão sido apenas muito barulho por nada", disse.
 

Reuters

Reuters Limited - todos os direitos reservados. Clique aqui para limitações e restrições ao uso.

 
 » Conheça o Terra em outros países Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2012,Terra Networks Brasil S/A   Proibida sua reprodução total ou parcial
  Anuncie  | Assine | Central do Assinate | Clube Terra | Fale com o Terra | Aviso Legal | Política de Privacidade