3 eventos ao vivo

Julgamento de médico de Jackson irá adiante conforme o planejado

7 set 2011
19h05
atualizado às 20h48

Um tribunal na Califórnia se recusou a ordenar o sequestro do júri para o julgamento de homicídio culposo do ex-médico do cantor Michael Jackson, permitindo que a ação proceda como planejado.

Ouça Michael Jackson grátis no Sonora

Com a decisão do tribunal, que evita que os membros do júri sejam confinados a fim de evitar influências externas, a seleção dos jurados para julgamento do Dr. Conrad Murray pode começar na próxima quinta-feira (8), conforme o cronograma.

Murray é acusado de ter administrado a dose fatal de um poderoso anestésico para auxiliar Jackson a dormir, causando sua morte em junho de 2009 aos 50 anos de idade.

Ele enfrentará quatro anos de prisão se for condenado.

Na semana passada, os advogados de Murray pediram que o júri fosse sequestrado durante o julgamento, cuja duração será de quatro a seis semanas. Assim, o grupo ficaria distante da enorme publicidade e comentários que o caso deve gerar na mídia.

O juiz de Los Angeles responsável pelo processo decidiu na semana passada que o júri não deve ser mantido longe de sua família e amigos. Um tribunal de recursos na Califórnia apoiou a decisão.

Juiz do julgamento contra médico de Michael Jackson decidiu que júri não deve ficar longe da família
Juiz do julgamento contra médico de Michael Jackson decidiu que júri não deve ficar longe da família
Foto: Getty Images
Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

publicidade
publicidade