Especiais
Festival de Verão
Madonna

 Sites relacionados
Arquivo do Rock
FM O Dia
Dynamite
Nando Reis
Palco MP3
Território da Música


  Letras e cifras


 Notícias por e-mail
Receba as últimas notícias no seu e-mail
 Fale conosco
Mande suas críticas e sugestões. Participe!





Música
Quinta, 4 de agosto de 2005, 09h10 
Cake leva a Costa Oeste americana a Porto Alegre
 
Danilo Fantinel
 
Sabrina Fonseca/Terra
Cake teve o público gaúcho na mão
Cake teve o público gaúcho na mão
Galeria de fotos
» Cake faz rock singelo, mas sofisticado
 Últimas de Música
Busca
Busque outras notícias no Terra:
Com mais de uma hora de atraso, os californianos do Cake subiram ao palco do Opinião, em Porto Alegre, nesta quarta-feira, sob vaias, urros e aplausos. As vaias, um protesto contra a demora do início do show, logo foram suplantadas pela devoção indie do público roqueiro gaúcho. Em poucos minutos, para a sorte de todos, o clima da Costa Oeste norte-americana se instalou em Porto Alegre, para se dissipar somente no final da noite.

Veja fotos do show

O rock singelo da banda, forjado entre riffs garageiros, batidas dançantes de um baile kitsch vindos tanto da bateria quanto dos teclados, e o sonido metálico do trompete - que inconfundivelmente nos leva à sonoridade mexicana/latina típica do ensolarado Oeste americano -, sinaliza a característica maior do Cake: a liberdade criativa, que vai além das fronteiras do rock independente básico.

Se Cake já é uma banda adorável em CD, no palco os músicos crescem e tornam-se mais carismáticos, mesmo não forçando a barra para isso. Hit após hit, o público se entrega à seqüência de canções de amor que fazem ferver o sangue e estremecer o corpo. Impossível ficar parado quando se ouve um rock bem country, quase rural, seguido por uma canção que retoma de leve o funk de raiz, colada num "mariachi rock" cadenciado e intenso.

John McCrea fala muito entre as músicas e no meio delas. A resposta da platéia é viva e rápida. Interação total entre todos. Em um certo momento, uma parada no show. Logo vem a explicação: "Estamos tentando entender como estamos tocando para sermos melhor para vocês", disse o vocalista. Delírio geral. Em minutos surge Perhaps, Perhaps, Perhaps, para dar início à parte mais pop da apresentação.

Na sequência do sucesso do aclamado álbum Fashion Nuggets aparecem Never There e I Will Survive. A platéia entra em êxtase, cantando e dançando muito. São como hinos sempre entoados, mas pela primeira vez presenciados em todo seu esplendor. Em pouco mais de uma hora, a banda tocou músicas de todos os álbuns, incluindo Frank Sinatra, Daria, Wheels e The Guitar Man.

Muitas "sad songs", como disse McCrea. Músicas tristes, sim, mas que fazem um inexplicável bem à alma. Sem dúvida, um show que há anos Porto Alegre esperava.
 

Redação Terra
 
 » Conheça o Terra em outros países Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2010,Terra Networks Brasil S/A   Proibida sua reprodução total ou parcial
  Anuncie  | Assine | Central do Assinate | Clube Terra | Fale com o Terra | Aviso Legal | Política de Privacidade