Especiais
Festival de Verão
Madonna

 Sites relacionados
Arquivo do Rock
FM O Dia
Dynamite
Nando Reis
Palco MP3
Território da Música


  Letras e cifras


 Notícias por e-mail
Receba as últimas notícias no seu e-mail
 Fale conosco
Mande suas críticas e sugestões. Participe!





Música
Quarta, 16 de março de 2005, 00h56  Atualizada às 12h23
Lenny Kravitz pede energia ao público gaúcho
 
Danilo Fantinel
 
Reuters
Músico conseguiu levantar a galera
Músico conseguiu levantar a galera
Galeria de fotos
» Lenny Kravitz faz show em Porto Alegre
 Últimas de Música
Busca
Busque outras notícias no Terra:
O primeiro show da turnê Celebrate, de Lenny Kravitz, no Brasil ocorreu na noite desta terça-feira, em Porto Alegre. Diante de um público inicialmente apático, o rock star pediu várias vezes que a platéia se mostrasse ativa e enérgica logo no começo da apresentação - tecnicamente impecável, diga-se. "Preciso que vocês acordem! Preciso que sintam! Quero ouvir vocês!", gritou. A resposta foi imediata, mas o clima de alegria não durou muito.

Veja as fotos!
Especial Lenny Kravitz
Lenny Kravitz traz turnê internacional ao Brasil

Showman por natureza, o músico manteve contato constante com a platéia. Após olhar com desconfiança para os fãs, não entendendo muito bem a calmaria que tomava conta da multidão nas primeiras músicas, Kravitz resolveu abrir o jogo. "Demorou muito tempo para eu vir ao Brasil. Esta é a primeira celebração aqui. Depois, vamos ao Rio, a São Paulo e a Brasília. Por favor, representem bem o seu povo". Só assim as pessoas se deram conta de que estavam em um show de rock, e demonstraram isso aos berros. A partir dali, Kravitz teve o público na mão.

O show teve início com Minister of Rock'n'roll, do álbum Baptism, e seguiu alternando hits antigos com faixas deste último CD. Acompanhado por uma banda afiada, com destaque para os guitarristas, o trio de metais e a excelente baterista Cindy Blackman (que, incontrolável, toca em pé em vários momentos), a apresentação foi marcada por mensagens de amor e de fé em Jesus. Não à toa, o nome de seu próximo disco deve ser Holy Ghost Injection (algo do tipo Injeção de Espírito Santo).

Em Let Love Rule, mais um pedido expresso: "Peço a vocês que cantem não para mim, mas para nós". Where are we Running?, também do último álbum, foi como uma hecatombe musical, com Cindy comandando o apocalipse. O mundo quase caiu. E todos acharam ótimo. American Woman veio em seguida, muito mais funkeada que a versão original, deixando claras as raízes de blues e soul do músico.

Porém, em determinado momento, uma briga entre as pessoas que estavam nas primeiras filas obrigou o músico a parar Tunel Vision no meio. Kravitz questionou o que estava havendo e pediu para que as pessoas se acalmassem. Identificou o brigão entre o público, perguntou se ele estava "cool" e disse aos seguranças para deixá-lo ali. "Essa é a casa do amor", declarou, recomeçando o show.

Kravitz sempre foi conhecido por criar rocks e baladas com a mesma qualidade. No show, músicas calminhas e tranqüilas como Stand By My Woman fazem a trilha sonora perfeita para casais apaixonados e fãs de carteirinha, porém é no peso roqueiro de faixas como Lady, Fly Away e Dig In que músico e banda crescem.

A chuva que caiu na capital gaúcha fez muita gente ir embora antes mesmo do bis. Perderam o melhor momento da noite. Are You Gonna Go My Way? encerrou o show no Estádio Olímpico com uma inacreditável muralha de guitarras. Emocionante, para dizer o mínimo.
 

Redação Terra
 
 » Conheça o Terra em outros países Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2010,Terra Networks Brasil S/A   Proibida sua reprodução total ou parcial
  Anuncie  | Assine | Central do Assinate | Clube Terra | Fale com o Terra | Aviso Legal | Política de Privacidade