Especiais
Festival de Verão
Madonna

 Sites relacionados
Arquivo do Rock
FM O Dia
Dynamite
Nando Reis
Palco MP3


  Letras e cifras


 Notícias por e-mail
Receba as últimas notícias no seu e-mail
 Fale conosco
Mande suas críticas e sugestões. Participe!





Música
Quarta, 12 de janeiro de 2005, 16h15  Atualizada às 16h40
Wado e Nervoso mostram o novo rock em SP
 
Redação Terra
Wado se alterna entre o violão e a voz durante o show
Wado se alterna entre o violão e a voz durante o show
Saiba mais
» Wado mistura rock e sambas estranhos em novo CD
 Últimas de Música
Busca
Busque outras notícias no Terra:
Wado nasceu em Santa Catarina, mas começou a fazer música em Alagoas. Nervoso é carioca e é figura carimbada no underground local, tendo tocado em bandas como o Matanza, Autoramas, Beach Lizards e Acabou La Tequila. Com álbuns próprios na praça, os dois músicos aportaram em São Paulo no último domingo, no Avenida Club, para mostrar a criatividade do novo rock brasileiro.

Wado e Realismo Fantástico tocam Tormenta. Assista!
Veja trecho do show de Nervoso

Wado está lançando seu terceiro ao disco, o elogiado A Farsa do Samba Nublado (Outros Discos). Acompanhado da banda Realismo Fantástico, o músico mostrou sua mistura de "sambas tortos", rock e psicodelia.

Com bastante experiência de palco (o grupo já tocou, inclusive, na segunda edição do Tim Festival), Wado e Realismo Fantástico mostraram uma sonoridade única, amparada no "violão envenenado" de Alvinho, que, abusando do uso de pedais, destila efeitos e conduz a música do grupo.

Desde a abertura com Tormenta (música que cita o filme Magnólia de Paul Thomas Anderson) até a última música, Tarja Preta (que está na trilha sonora do filme Contra Todos), Wado sacudiu o público com canções de seus três discos, dedicando Alagou As para os "conterrâneos" alagoanos.

Se o som de Wado nasce do encontro do samba com o rock, o som de Nervoso é uma junção da fase Jovem Guarda do Rei Roberto Carlos com toques dos amigos do Los Hermanos. O próprio Los Hermanos se assume fã do Acabou La Tequila, banda anterior de Nervoso, que teria influenciado a mistura de punk, pop e samba que fez o sucesso da banda de Marcelo Camelo e Rodrigo Amarante.

Em São Paulo, Nervoso precisou suar a camisa para conquistar o público. "Eu sei que é difícil. Vocês nunca ouviram essas canções. Mas eu quero agradecer a presença de todos", disse o músico, que trouxe para os paulistas o show de seu primeiro disco solo, Saudade das Minhas Lembranças, lançado pelo selo independente Midsummer Madness.

A apresentação de Wado e Nervoso no Avenida Club fez parte do projeto 2em1, que acontece todos os domingos no local. No próximo domingo (16), será a vez do grupo gaúcho Defalla subir ao palco com sua formação original. A abertura ficará a cargo da banda Biônica.

O Avenida Club fica na Av. Pedroso de Moraes, 1036, Pinheiros, em São Paulo.
 

Redação Terra
 
 » Conheça o Terra em outros países Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2012,Terra Networks Brasil S/A   Proibida sua reprodução total ou parcial
  Anuncie  | Assine | Central do Assinate | Clube Terra | Fale com o Terra | Aviso Legal | Política de Privacidade