Especiais
Festival de Verão
Madonna

 Sites relacionados
Arquivo do Rock
FM O Dia
Dynamite
Nando Reis
Palco MP3
Território da Música


  Letras e cifras


 Notícias por e-mail
Receba as últimas notícias no seu e-mail
 Fale conosco
Mande suas críticas e sugestões. Participe!





Música
Terça, 21 de dezembro de 2004, 17h02 
Outracoisa chega às bancas com Rogério Skylab
 
Divulgação
O cantor Rogério Skylab encarna um travesti na capa de seu novo disco,  Skylab V
O cantor Rogério Skylab encarna um travesti na capa de seu novo disco, Skylab V
Saiba mais
» Outracoisa traz Wander Wildner na segunda edição
» Lobão lança nova revista com CD, a 'Outracoisa'
 Últimas de Música
Busca
Busque outras notícias no Terra:
Figura lendária do underground carioca, o cantor Rogério Skylab lança o disco mais rock'n'roll de sua carreira, Skylab V, circulando entre o escatológico, o belo, o ácido e o irreverente. O álbum surge encartado na revista Outracoisa, de Lobão, com o preço de R$ 12,90.

Skylab V é o mais trágico e o mais alegre de todos os discos do cantor, e segue o mesmo percurso dos anteriores ao misturar estilos. O álbum foi gravado na Cia dos Técnicos (RJ), na mesma sala em que Kurt Cobain ensaiou quando esteve com o Nirvana no Brasil. Skylab mostra um trabalho mais voltado para o rock'n'roll, gravado ao vivo, valorizando o analógico, catalizado pelo produtor musical Vânius Marques.

Skylab V é, segundo o autor, uma metamorfose. Logo na capa e no encarte, a figura lendária do underground carioca aparece vestido de mulher. "O travesti é a forma mais clara da manipulação humana. Ele manipula seu corpo e transforma em outra coisa. É o falso elevado à máxima potência", diz Skylab na entrevista que integra a revista.

No repertório de Rogério Skylab há espaço para a poesia mórbida de Tarado, a ironia de Você Vai Continuar Fazendo Música?, o punk rock hilário Não Sou Ninguém, o sambinha matemático 22x2=43, contendo apenas números na letra, e os riffs de Homem do Mal, Eu Fico Nervoso e Dinheiro. A canção Fátima Bernardes é a grande ausência do disco. Ela chegou a circular na primeira versão promocional do álbum.

A música funcionava como uma anti-ode à apresentadora do Jornal Nnacional, da Globo: "Fátima Bernardes fugiu de casa/ Fátima Bernardes mandou um beijo/ Fátima Bernardes foi baleada/ Fátima Bernardes chupando o dedo/ Glória Maria!!!/ Fátima Bernardes pra presidente/ Fátima Bernardes em carne e osso/ Fátima Bernardes tem corrimento/ Fátima Bernardes com William Bonner", diz a letra. Skylab ainda apresenta a canção em shows, mas a música acabou sendo cortada do álbum.

"Poderíamos sofrer algum tipo de processo, por isso pedimos a retirada da música e o Skylab aceitou numa boa", contou Roberta Monteiro, uma das editoras da revista, em entrevista ao jornalista Leonardo Filipo, do Jornal do Brasil. "Escolhi a Fátima Bernardes para representar a imprensa que dá as notícias com absoluta neutralidade. Na música eu inverto a situação, ela acaba virando a notícia", contou o carioca Rogério Skylab, na mesma reportagem.

Mesmo sem Fátima Bernardes, o álbum Skylab V se consagra com o melhor disco da carreira de Rogério Skylab. Com 17 faixas incisivas, o álbum tem tudo para divertir (e assustar) o público. "E se você se flagrar durante a audição desse CD se desmilingüindo de tanto rir, vai chegar um momento em que você perceberá a beleza e a angústia da atmosfera. E, provavelmente, sentirá o calafrio da revelação: mas será que era pra rir mesmo? Ou pra morrer de medo?", raciocina o "patrão" Lobão na revista.
 

Redação Terra
 
 » Conheça o Terra em outros países Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2010,Terra Networks Brasil S/A   Proibida sua reprodução total ou parcial
  Anuncie  | Assine | Central do Assinate | Clube Terra | Fale com o Terra | Aviso Legal | Política de Privacidade