Especiais
Festival de Verão
Madonna

 Sites relacionados
Arquivo do Rock
FM O Dia
Dynamite
Nando Reis
Palco MP3
Território da Música


  Letras e cifras


 Notícias por e-mail
Receba as últimas notícias no seu e-mail
 Fale conosco
Mande suas críticas e sugestões. Participe!





Música
Quinta, 11 de março de 2010, 00h28  Atualizada às 14h49
Em SP, fãs saem satisfeitos de despedida da banda a-ha
 
Gabriel Perline
Direto de São Paulo
 
Celso Akin/AgNews
a-ha se despede dos fãs de SP nessa quarta-feira (10)
a-ha se despede dos fãs de SP nessa quarta-feira (10)
 Últimas de Música
Busca
Busque outras notícias no Terra:

Foram 28 anos de carreira, emplacando sucessos que se consagraram em filmes, novelas e, no âmbito individual, na vida de cada um de seus fãs, que relacionam as baladas psicodélicas/românticas a uma determinada passagem de suas existências. Quem assistiu ao show do trio norueguês a-ha na noite dessa quarta-feira (10), no Credicard Hall, em São Paulo, conseguiu dar seu "adeus" ao grupo. Os que não conseguiram têm até o final de 2010 para escolher algum lugar do mundo e assistir a uma das últimas apresentações dos músicos, que seguem com a turnê de despedida, Farewell Tour, até dezembro deste ano.

» Veja fotos do show
» Ouça a-ha no Sonora
» Veja letras do grupo

E quem esteve no local parece não ter se arrependido. Às 21h46, as luzes começaram a baixar suas potências e a iluminação do ambiente ficou por conta do telão armado no palco, que exibiu algumas imagens enquanto o som de uma sinfonia ecoava pelo ambiente. Em meio a gritos e pulos, centenas de máquinas fotográficas já estavam armadas, esperando o momento exato dos músicos entrarem em cena. Afinal, para muitos ali, aquela seria a última vez na vida que assistiriam a um concerto da banda. Então, todos os flashes eram justificáveis.

Bandstand foi a primeira música a ser tocada na noite, servindo como uma espécie de balde de água fria na cabeça de alguns, que esperavam uma abertura triunfal com um dos grandes hits da carreira, como Take on Me ou Hunting High and Low. O público da arquibancada e camarotes permaneceu sentado, enquanto quem estava na pista ensaiava o "dois pra cá, dois pra lá", para não perder o pique logo na abertura. "Oi, São Paulo. Vamos começar a festa?", gritou no microfone o tecladista Magne Furuholmen. Porém, o ritmo calmo do trio se manteve até Move to Memphis, sétima música da noite, responsável por fazer os fãs pularem e darem socos no ar.

"Boa noite. Tudo bem?", disse o tecladista em português. "Deixe eu ver suas mãos", acrescentou o rapaz, fazendo os fãs balançarem os braços ao ritmo de Analogue, responsável por esquentar ainda mais o clima entre os casais da plateia. Neste momento, praticamente todos os apaixonados cantaram esta música ao pé do ouvido de seus companheiros. Entre um beijo e outro, eles paravam para entoar o refrão, sendo o primeiro momento da noite em que era possível ouvir a voz do público mesclada com a do vocalista Morten Harket.

Em Stay on These Roads um fã gritou nos primeiros acordes: "eu namorava ouvindo esta música". "Nóis amamos São Paulo" (sic), disse o tecladista ao final de Blood That Moves the Body.

O primeiro momento em que o a-ha conseguiu unificar as vozes dos fãs foi no pout-pourri Early Morning/Crying in the Rain, 11ª música da noite. Destaque novamente aos casais do local, que tiveram mais um momento de trocas de declarações constantes, motivadas pelo romantismo do grupo.

Após cantarem Cry Wolf, o trio se despediu sob aplausos dos fãs, que não esconderam a cara de decepção ao notar que os grandes hits não haviam sido apresentados. Mas, como manda o repertório, os rapazes saíram do palco e logo retornaram para completar a performance, encerrada pela tão esperada Take on Me, responsável por fazer todos os que estavam nas áreas vips levantarem e dançarem.

Em Train of Thought, um fã deu ao vocalista uma bandeira do Brasil. Harket fez questão de posar ao lado do novo presente para as milhares de máquinas presentes no "gargarejo" da casa de espetáculos. Às 23h32, a frase "Obrigado São Paulo. Brasil para sempre" surgiu no telão, enquanto o trio aplaudia e ovacionava os músicos, que saíram do local gritando "eu te amo" ao público.

O fim da banda
Para a tristeza de muitos, a banda decidiu "fechar a lojinha" devido às dificuldades que encontraram durante a produção do último CD, Foot of the Mountain. O tecladista Magne Furuholmen declarou à imprensa, em outubro de 2009, que o trio teve incontáveis desentendimentos na definição da estética do álbum e todos temiam que tais inconvenientes influíssem na amizade que construíram ao longo destas quase 3 décadas de trabalho.

O anúncio do fim da banda pegou o público de surpresa. Mesmo assim, cerca de 7 mil pessoas aproveitaram a passagem da banda pela cidade e foram ao local de apresentação para ver seus ídolos pela última vez

Um vocalista cansado
Esta foi a impressão que Morten Harket deixou durante a apresentação dessa quarta-feira (10), em São Paulo. Após errar a letra de um dos versos de Stay on These Roads, ele cometeu uma sequência de tropeços, desafinando nas notas mais altas de Forever Not Yours, Summer Moved On, Stay On These Roads, Scoundrel Days e Train of Thought.

Além disso, a vaidade e a presença de palco de Harket lembrou o personagem Alex Fletcher, interpretado por Hugh Grant na comédia romântica Letra e Música. O filme conta a história de um ex-integrante de boy band, sucesso na década de 80, tentando retomar o sucesso e manter sua vitalidade e disposição.

Até Manhattan Skyline, 14ª música da noite, o vocalista não colocou as mãos no cabelos, tentando reposicionar a franja com uma jogada de cabeça para os lados nada discreta. Além disso, tentou ensaiar alguns movimentos sensuais em Looking for the Whales.

O momento em que tal sensação se tornou mais nítida foi durante os clássicos agudos presentes ao final de cada trecho de Take on Me. Harket não os conseguiu fazer por completo e encurtou o tempo da música pela falta de fôlego.

Confira o setlist do show em São Paulo
1. Bandstand
2. Foot of th Mountain
3. Analogue
4. Forever Not Yours
5. Summer Moved On
6. Minor Earth
7. Move to Memphis
8. Stay On These Roads
9. Blood That Moves the Body
10. Living Daylights
11. Early Morning / Crying in the Rain
12. Scoundrel Days
13. Swing of Things
14. Manhattan Skyline
15. Looking for the Whales
16. I've Been Loosing You
17. Cry Wolf
18. Train of Thought
19. Sun Always Shines
20. Huntung High and Kow
21. Take on Me

Os próximos shows do a-ha em terras brasileiras serão no Rio de Janeiro, sábado (13), no Citibank Hall, em Belo Horizonte, domingo (14), no Chevrolet Hall, em Brasília, terça (16), no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, e no Recife, quinta (18), no Chevrolet Hall.
 

Redação Terra
 
 » Conheça o Terra em outros países Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2010,Terra Networks Brasil S/A   Proibida sua reprodução total ou parcial
  Anuncie  | Assine | Central do Assinate | Clube Terra | Fale com o Terra | Aviso Legal | Política de Privacidade