Especiais
Festival de Verão
Madonna

 Sites relacionados
Arquivo do Rock
FM O Dia
Dynamite
Nando Reis
Palco MP3
Território da Música


  Letras e cifras


 Notícias por e-mail
Receba as últimas notícias no seu e-mail
 Fale conosco
Mande suas críticas e sugestões. Participe!





Madonna no Brasil
Terça, 2 de setembro de 2008, 20h17  Atualizada às 18h28
Fã diz "tenho dinheiro" e reivindica ingresso vip para Madonna
 
Danilo Lima
Direto de São Paulo
 
Reinaldo Marques/Terra
O cabeleireiro Rogério Azevedo mostra faixa de protesto nos arredores do Credicard Hall
O cabeleireiro Rogério Azevedo mostra faixa de protesto nos arredores do Credicard Hall
 Últimas de Madonna no Brasil
Busca
Busque outras notícias no Terra:

Muitos fãs de Madonna estão nas filas dos três pontos de vendas, em São Paulo, para comprar ingressos para os dois shows que a rainha do pop fará na cidade em dezembro. Um deles, o cabeleireiro cearense Rógério Azevedo, 30 anos, levou uma placa criticando a organização ao Credicard Hall, onde será aberta a bilheteria oficial. "Tenho dinheiro. Exijo meu ingresso vip já!"

» Veja fotos dos fãs
» Fãs reclamam de transtorno

Fã da popstar há 19 anos, Rogério deixou sua cidade natal, Milagres, para aguardar na fila. Ele ficou indignado com a primeira ordem da empresa responsável pela vinda da cantora, a Time 4 Fun, que só aceitaria cartões de crédito emitidos pelo Bradesco no primeiro momento das vendas on-line.

"Comprei a primeira passagem que consegui, peguei poucas roupas e vim correndo. Lá no Ceará a gente não usa muito o Bradesco. Cheguei aqui, não tinha barraca, não tinha comida. O povo me recebeu superbem, eu consegui dormir nas barraquinhas junto com outros", conta.

A paixão pela cantora é tanta que Rogério tatuou seu nome em seu bíceps. "Fiz a tatuagem em agosto para comemorar os 50 anos dela", diz orgulhoso. "Pretendo assistir ao show do dia 20 de dezembro, mas lá pelo dia 5 já estarei aguardando no estádio."

Outra fã de carteirinha, Tatiana Schulenburg, 26, chegou aos arredores do Credicard Hall nesta terça-feira à tarde. Ela viajará para fora do País em dezembro, mas está na fila para comprar ingressos para as amigas. "Eu estou apenas por amor à tigrona. Estou aqui há poucas horas, mas ficaria mais tempo."

Como os banheiros são longe e o supermercado mais próximo fica a quilômetros de distância, Tatiana conta com a ajuda de terceiros. "Quando o meu amigo aqui do lado terminar de beber essa Coca, essa lata será meu banheiro. Meu bofe está trazendo comida", diverte-se.

Não menos empolgada, há a trupe que inventou desculpas para faltar ao trabalho e garantir sua entrada. Não era raro encontrar pessoas que não queriam ser fotografadas para que não fossem descobertas por seus respectivos chefes.

A médica Ana Carolina, 26, que trabalha em hospital público, não teve papas na língua em relação ao assunto. "Meu chefe que se dane. Ele vai é ficar morrendo de inveja que eu vou ao show da Madonna", brincou.
 

Redação Terra
 
 » Conheça o Terra em outros países Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2010,Terra Networks Brasil S/A   Proibida sua reprodução total ou parcial
  Anuncie  | Assine | Central do Assinate | Clube Terra | Fale com o Terra | Aviso Legal | Política de Privacidade