Especiais
Festival de Verão
Madonna

 Sites relacionados
Arquivo do Rock
FM O Dia
Dynamite
Nando Reis
Palco MP3


  Letras e cifras


 Notícias por e-mail
Receba as últimas notícias no seu e-mail
 Fale conosco
Mande suas críticas e sugestões. Participe!





Tim Festival
Quinta, 30 de outubro de 2003, 20h04 
"O som do Lambchop é único", diz Kurt Wagner
 
Marcelo Costa/Enviado Especial ao RJ
 


Multimídia
Lambchop fala no Tim Festival
» Veja o clipe de Is a Woman
Infográfico
» O vocalista e líder do Lambchop Kurt Wagner
Saiba mais
» Lambchop sabe tudo de música brasileira
 Últimas de Tim Festival
» Tim Festival 2008 reuniu festa e sofisticação
» Show de Camelo é marcado por música do Los Hermanos
» Letícia Spiller chega acompanhada ao Tim Festival no Rio
» Atriz reclama do som no Tim Festival 2008
Busca
Busque outras notícias no Terra:
Kurt Wagner é um cara de poucas palavras. O vocalista, letrista e principal compositor do Lambchop, raramente concede entrevistas. Geralmente, é o clarinetista Jonathan Marx, que conversou com o Terra a cerca de um mês atrás, o porta voz da banda.

Porém, após uma bem humorada entrevista para a MTV brasileira, foi Kurt que veio conversar com o Terra para explicar que o som da banda é especial, ou, nas palavras do próprio, "único".

Bastante articulado e muito divertido, o vocalista não parece o homem que canta a tristeza em formato folk, soul e country no Lambchop. Em certo momento ele brinca, com várias das frases em cartões que traz nas mãos: "ooops".

Quanto perguntando sobre música brasileira, porém, o vocalista pega a saída mais próxima: "Muita gente na banda conhece. Temos até alguns que trocam discos com brasileiros. Eu ouço alguma coisa, gosto, mas se você me perguntar o nome eu não saberei te dizer nenhum", assume, honestamente.

Enquanto Kurt conversa com outra rede de TV, alguém comenta, ao lado: "Se não me avisassem que eles eram músicos, eu não saberia. Eles parecem engenheiros, professores...". Não está de todo errado. Um deles é realmente engenheiro. Outro é carpinteiro. Outro é jornalista. E por ai vai.

O Lambchop vem ao Brasil no exato momento que seu álbum mais famoso, Nixon, chega às lojas via Trama. "Nixon tem uma influência soul muito forte, com cordas, coral gospel. E é político", contou Kurt, lembrando do presidente norte-americano que inspirou o conceito do disco. Alguém pergunta como seria um disco sobre Bush e Jonathan Marx assume a frente, respondendo em bom português: "muito feio".

Com 17 anos de carreira, a banda privilegiará no Brasil canções de seus três álbuns lançados no país: Nixon (2000), Tools in The Dryer (2001) e Is a Woman (2002).
 

Redação Terra
 
 » Conheça o Terra em outros países Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2012,Terra Networks Brasil S/A   Proibida sua reprodução total ou parcial
  Anuncie  | Assine | Central do Assinate | Clube Terra | Fale com o Terra | Aviso Legal | Política de Privacidade