> Diversão > Música  > Grammy Latino 2004
 Sites relacionados
Cifra Club
Expresso 2222
Território da Música
Guia de Cidades
MP3Box
Letras de música
  Busca Rádio Terra


  Letras e cifras


Boletim

Receba notícias no seu e-mail

Fale conosco

Escreva com críticas e sugestões

Grammy Latino 2004
Quarta, 1 de setembro de 2004, 23h13 
Alejandro Sanz arrasa Maria Rita no Grammy Latino
 
EFE
Maria Rita: atropelada pelo trator Alejandro Sanz
Maria Rita: atropelada pelo trator Alejandro Sanz
Saiba mais
» Ausente, Sanz bate recorde e vira 'dono' da festa
» Maria Rita se diz honrada com os prêmios
» Xuxa e Padre Marcelo saem de mãos vazias
» Conheça todos os vencedores do 5º Grammy Latino
» Maria Rita leva prêmio de Artista Revelação
Galeria de fotos
» Jessica Simpson lidera as musas da festa
» Maria Rita se empolga com prêmios
» Os bonitões que arrasaram na cerimônia
» Santana agita o palco do Grammy Latino
» Até cavalo apresentou Grammy Latino
» Xuxa leva Sasha ao Grammy Latino
 Últimas de Grammy Latino 2004
» Grammy Latino tem repercussão discreta nos EUA
» Celia Cruz leva dois prêmios póstumos
» Música brasileira ainda não conquistou a Academia
» Ausente, Sanz bate recorde e vira "dono" da festa
Busca
Busque outras notícias no Terra:
Líder de indicações no Grammy Latino deste ano, Maria Rita foi atropelada por um trator chamado Alejandro Sanz na quinta edição da cerimônia, nesta quarta em Miami. O cantor espanhol levou três das quatro estatuetas principais e deixou para a brasileira apenas o prêmio de Artista Revelação.

Confira a lista completa de vencedores do Grammy Latino
Ouça o álbum de Maria Rita
Ouça álbuns de Alejandro Sanz
Confira mais de 100 fotos
O que você achou da cerimônia?

Deixando de lado o romantismo para ressaltar seu lado político, Alejandro foi consagrado com o álbum No Es Lo Mismo. Sanz arrematou os prêmios de Gravação do Ano, Álbum do Ano, Canção do Ano, Melhor Álbum Vocal Pop Masculino e Melhor Engenharia de Gravação.

Para o astro espanhol, o Grammy Latino de 2004 teve um gosto de repetição. Em 2002, Sanz levou os mesmo três prêmios da categoria principal pelo disco MTV Unplugged, gravado em parceria com a emissora norte-americana.

Na premiação de 2001, Alejandro Sanz garantiu quatro estatuetas com o CD El Alma Al Aire. Além do prêmio de Melhor Álbum Vocal Pop Masculino, Sanz também arrematou as estatuetas de Gravação do Ano, Álbum do Ano, Canção do Ano, Melhor Álbum.

Maria Rita encerrou a noite com três estatuetas. Além do prêmio de Revelação, a cantora brasileira levou para casa o Grammy Latino de Melhor Canção de Música Brasileira e Melhor Álbum de MPB.

A participação de Xuxa no Grammy Latino 2004 limitou-se à apresentação do prêmio de Melhor Álbum de MPB. A Rainha dos Baixinhos não venceu na categoria de Melhor Álbum Infantil e foi derrotada pelo álbum Niños Adorando 2 do produtor Coalo Zamorán.

Mas o Brasil ainda foi bem representado na categoria de música instrumental. O violoncelista franco-chinês Yo-Yo Ma levou o prêmio de Melhor Álbum de Música Instrumental pelo disco Obrigado Brazil, gravado no Rio de Janeiro ao lado de Egberto Gismonti.

O legado do maestro Tom Jobim também teve destaque no 5º Grammy Latino. O álbum Jobim Sinfônico, que reúne diversas versões orquestradas para as músicas de Tom, dividiu o prêmio de Melhor Álbum de Música Clássica com a Orquestra Sinfônica de Barcelona que gravou o CD Carmem Symphony.

Já o padre Marcelo Rossi não teve sorte nesta edição do Grammy Latino. Concorrendo na categoria de Melhor Álbum de Música Cristã, o sacerdote foi derrotado pela cantora Aline Barros, que arrematou a estatueta com o disco Fruto de Amor.

Tom Capone era o recordista de indicações em 2004. O produtor assina os álbuns de Maria Rita e Skank, mas não levou nenhum prêmio nas categorias específicas de produção. Por outro lado, Capone pôde comemorar os três prêmios de Maria Rita e a vitória de Cosmotron do Skank na categoria de Melhor Álbum de Rock Brasileiro.
 

Redação Terra