0

Flo Rida volta ao Brasil para show e elogia a Mulher Melão

4 mai 2011
07h31

A Cidade Maravilhosa, definitivamente, virou o porto seguro para as produções americanas. Além dos filmes Rio e Velozes e Furiosos 5, que usaram o Rio como plano de fundo, cantores americanos também já tomaram as areias de Copacabana, reforçando o estereótipo de que, aqui, é a terra do Carnaval e de mulheres gostosas. Esse é o caso do rapper americano Flo Rida, que gravou, no fim do ano passado, o clipe Turn Around 1 2 3 4 5, com participação da Mulher Melão entre as gostosonas que rebolavam com biquínis minúsculos. Agora, de volta ao Brasil, ele se apresenta sexta-feira (6), no Vivo Rio.

Ouça Flo Rida grátis no Sonora

"Eu me diverti muito gravando na praia. As mulheres eram lindas e era muito bom estar no meio delas. Amei o rebolado. Não vejo a hora de rever aquele gingado quando chegar ao Rio", recorda-se Flo Rida que, mesmo com tantas beldades ao seu redor, se lembra muito bem da Mulher Melão. "Ela é muito talentosa e deu vida à cultura brasileira no meu clipe. Ela fez exatamente o que eu queria", completa.

Apesar de mostrar certa intimidade com a mulher-fruta, os dois garantem que não rolou nada além do encontro durante a gravação. "Tive tempo de ficar com ela no set. Mas foi só isso. Ela é muito divertida e uma pessoa bastante centrada. E não saí com ela. Tinha que trabalhar o dia inteiro. Mesmo assim foi bem legal", explica o americano.

"Ele é um homem muito bonito. Eu, que sou chegada na cor, adorei ele. Sou aquela mulher que gosta do branquinho, do neguinho, de todos. Mas não rolou nada entre a gente. Só amizade mesmo", defende-se Mulher Melão, que não fala inglês, mas garante ter conversado numa boa com o rapper. "Sei me virar muito bem. A gente dá um jeito e sempre consegue", diz.

Para o show de sexta-feira (6), Flo Rida promete uma festa de arromba, com direito aos seus maiores sucessos. "Vou levantar a galera do Rio tocando todos os meus hits, passando por Club Can't Handle Me, Who Dat Girl e Turnaround. Vou cantar músicas que o Rio ainda não assistiu na primeira vez que estive na cidade", avisa o cantor.

O rapper gravou um clipe no Brasil no final do ano passado
O rapper gravou um clipe no Brasil no final do ano passado
Foto: André Muzell / AgNews
Fonte: O Dia

compartilhe

publicidade