1 evento ao vivo

Astrud Gilberto, grande nome da bossa nova e do jazz, completa 70 anos

29 mar 2010
07h42

Nesta segunda-feira (29), uma das maiores intérpretes brasileiras completa 70 anos de idade. Registrada com o nome Astrud Evangelina Weinert, essa baiana por parte de mãe e alemã por parte de pai tornou-se Astrud Gilberto, cantora de jazz e bossa nova de renome internacional.

Nascida em 29 de março de 1940, na capital baiana, Astrud saiu de Salvador ainda muito nova e mudou-se para o Rio de Janeiro onde, já em meados dos anos 50, mostrava seu interesse pela música, se apresentando em pequenos bares. Foi quando conheceu o "pai da Bossa Nova", João Gilberto. Apaixonaram-se e não demorou muito para o casamento, que aconteceu em 1959.

Junto com o marido, Astrud se mudou em 1963 para os Estados Unidos, onde reside até hoje. Já fora do Brasil, participou da gravação do emblemático disco Getz/Gilberto em 1963, com o saxofonista Stan Getz e o músico Tom Jobim. Sua estreia profissional acontecia ali, na canção que lhe tornaria mais reconhecida: a versão, em inglês, de Garota de Ipanema, que venceu o Grammy de Melhor Canção em 64.

A ideia de Astrud cantar veio do próprio marido que, sem conseguir interpretar a música de Tom e Vinícius em inglês, chamou a mulher. Porém, durante as apresentações do grupo, descobriu que Astrud tinha medo do palco, o que não lhe tirou o mérito de ser um nome forte no jazz americano e na bossa nova.

Separada de João Gilberto em 1964, Astrud permaneceu nos EUA, como crooner do grupo de Getz e solista, lançando diversos discos. Entre outros clássicos, podemos incluir canções como The Shadow of your Smile, It Might as Well be Spring, Fly Me to the Moon, Look to the Rainbow e Love Story. Já no primeiro disco solo, The Astrud Gilberto Album, a cantora tornou-se um sucesso de vendas e crítica. Além disso, fez rápida participação nos filmes The Hanged Man e Get Yourself a College Girl, ambos de 1964. A ligação com o cinema se estendeu na trilha de Chamada para um Morto (1967), produzida por Quincy Jones, na qual interpretou a canção Who Needs Forever? no longa do diretor Sidney Lumet.

Com participação em inúmeros programas de TV na Europa, Japão e África, Astrud chegou ao auge da carreira nos anos 70, quando lançou dois álbuns de sumária importância: Astrud Gilberto Now (1972) e That Girl From Ipanema (1977), que conta com a canção Far Away, interpretada em dueto com o mito e ídolo da juventude da cantora: o trompetista Chet Baker. Em 1976, Astrud conquistou um prêmio no Festival de Música de Tóquio com a canção Live Today e consolidou sua carreira, dessa vez como compositora dez anos depois com o álbum Astrud Gilberto Plus The James Last Orchestra.

Nos anos 80, Astrud criou sua própria banda e saiu em turnê mundial, mesma época em que formou sua própria produtora, a Gregmar, lançando discos nos EUA, Europa e Ásia. Em 1992, recebeu o Latin Jazz USA Award for Lifetime Achievement e, em 1996, gravou com o cantor George Michael a clássica canção do ex-marido João Gilberto, Desafinado, que entrou na coletânea Red Hot + Rio.

Em 2002, um ano após sua decisão de retirar-se da vida pública, Astrud foi incluída no International Latin Music Hall of Fame e lança o box Jungle, com obras de autoria própria, além de dez novas composições. Em 2008, recebeu o prêmio Lifetime Achievement no Grammy Latino de 2008, pela importância de sua obra. Atualmente, permanece fora da vida pública, dedicando-se à pintura e à escrita, além de repudiar firmemente, em seu site oficial, os maus-tratos aos animais.

Discografia:

Álbuns de Estúdio
Stan Getz e Astrud Gilberto - Getz Au-Go-Go (1964)
The Astrud Gilberto Album (1964)
The Shadow Of Your Smile (1965)
Look To The Rainbow (1965)
Beach Samba (1966)
A Certain Smile, A Certain Sadness with Walter Wanderley (1967)
Windy (1968)
Sptember 17, 1969 (1969)
Gilberto Golden Japanese Album (1969)
I Haven't Got Anything Better To Do (1970)
Astrud Gilberto With Stanley Turrentine (1971)
Astrud Gilberto Now (1972)
That Girl From Ipanema (1977)
Astrud Gilberto Plus James Last Orchestra (1987)
Live In New York (1996)
Temperance (1997)
Jungle (2002)
The Diva Series (2003)

Trilhas sonoras
The Deadly Affair (1965)

Participações Especiais
Shigeharu Mukai and Astrud Gilberto - So & So - Mukai Meets Gilberto (1982)
Michael Franks - Passionfruit (1983)
Vol. 9 - Verve Jazz Masters (1994)
Heirs to Jobim (1995)
Etienne Daho - Eden (1996)
Red Hot + Rio (1996)
George Michael - Ladies And Gentleman - Best of George Michael (1998)
Bossa Nova for Lovers (2003)

Compilados

Artista de renome no exterior e ex-mulher de João Gilberto, cantora brasileira completa 70 anos
Artista de renome no exterior e ex-mulher de João Gilberto, cantora brasileira completa 70 anos
Foto: Divulgação


Compact Jazz - Astrud Gilberto (1987)


The Silver Collection (1991)


Jazz 'Round Midnight (1996)


Talkin' Verve (1998)


Astrud Gilberto's Finest Hour (2001)


Astrud Gilberto - The Diva Series (2003)


Astrud, for Lovers (2004)

Fonte: Redação Terra
publicidade