Música

publicidade
21 de março de 2013 • 11h18 • atualizado às 11h36

Em menos de 24h, Hudson é solto e preso pela 2ª vez com armas

Os policiais revistaram a casa do cantor após segunda denúncia, quando Hudson já havia solto após pagar fiança. Ele foi preso novamente

 

O cantor Hudson, da dupla sertaneja Edson e Hudson, está preso em Limeira, no interior de São Paulo, por porte ilegal de armas. Ele foi detido duas vezes na última quarta-feira (20), por duas denúncias diferentes. 

A Polícia Militar foi acionada pela primeira vez pela ex-mulher de Hudson. Ela alegou ter sofrido ameaças do cantor que disse ainda que iria até sua residência para retirar um veículo que havia dado de presente à filha. Ao chegar ao local de carro, Hudson não parou o veículo, mas foi seguido e abordado pela Polícia Militar. No carro foram encontrados um revólver 38, uma pistola 380, duas facas e um soco inglês.

Hudson foi levado para a delegacia, mas foi solto em seguida após fiança de R$ 6 mil.

A segunda denúncia, anônima, fez com que a polícia pedisse um mandado de busca e apreensão na casa dele. Lá, as autoridades encontraram mais armamento e munições de uso restrito das Forças Armadas, além de substância que poderia ser maconha. Por isso, o cantor não poderá pagar fiança, a menos que a Justiça conceda este privilégio, e ficará detido em um centro de detenção provisória até o julgamento.

As armas encontradas na primeira prisão foram para o Instituto de Criminalística.

Terra